quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Clássico de George Orwell, “1984” faz sucesso em Cuba

Proibido em Cuba durante todo o governo de Fidel Castro, o livro “1984”, do escritor britânico George Orwell, é o segundo mais vendido no país, desde que foi reeditado pela Editora Arte y Literatura, no início de 2016.

O mais famoso romance de Orwell, escrito em 1949, relata uma história que se passa no "futuro", no ano de 1984, na Inglaterra, e a transformação da realidade é seu tema principal. Disfarçada de democracia, a fictícia Oceania vive sob um regime totalitário desde que o partido IngSoc chegou ao poder, sob a regência do onipresente Grande Irmão (Big Brother, em inglês).

O primeiro lugar em vendas é “Raúl Castro: Un hombre em la Revolución”, biografia do atual ditador cubano assinada pelo ex-agente da KGB Nikolai Leonov.

Um comentário:

Anônimo disse...

Na VANGUARDA DO ATRASO , somente agora, em 2017, o livro " 1984" , de Orwell , que já foi traduzido em mais de uma dúzia de idiomas e vendeu milhões de exemplares no mundo inteiro, faz sucesso em CUBA. O tema do livro tem tudo a ver com a ditadura cubana.!!!