segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Câmara Federal pode votar proposta que tira direitos da aposentadoria

A Câmara dos Deputados está pronta para instalar uma comissão especial para discutir a reforma da Previdência Social, que o Governo Federal apresentou na Proposta de Emenda Constitucional 287. 

Dentre as mudanças, está a alteração no modelo de cálculo da média das contribuições feitas pelas mulheres e o aumento no tempo de contribuição, que com a idade mínima, elevam em R$ 30 mil o valor pago pelas trabalhadoras para se aposentarem.  Para os homens, as duas principais mudanças acarretam um aporte de R$ 15 mil a mais no valor necessário para aposentadoria e um corte de R$ 2.708 por ano no benefício. A proposta prevê ainda o fim da possibilidade de descarte, dentro do cálculo da média, das menores contribuições feitas para o INSS.  Agora tudo será pela divisão de média simples de todas as contribuições. 

3 comentários:

Anônimo disse...



O problema não está na Previdência.

O problema são os políticos incompetentes que não gerenciam o dinheiro do trabalhador de forma correta.

A única categoria que não perde direitos, é a dos políticos.

Por aqui, o Polenta vai se aposentar mais uma vez, após 4 anos de incompetência e inercia, com mais de R$ 33.000,00 por mês.



Anônimo disse...

O Trura assim como Grilo Falante,ambos também gozam aposentadorias vergonhosas.
Além disso,pelo fato de serem comunistas,por que não dividem com os necessitados?
O Polenta,pelo menos,nunca teve comportamento comunista.
Pelo tanto,acho que após gestos humanitários dos senhores comunistas,o senhor polenta até que poderia imitá-los.
Mas acho difícil que eles façam isso.
Aposentadoria de desembargador sem prestar concurso,deve ser muito boa.

Anônimo disse...

Vão garfar mais ainda as miseráveis aposentadorias do INSS. No Rio Grande do Sul, há um POLÍTICO que recebe uma aposentadoria de empresa estatal, outra de Deputado Federal, outra de ex-Governador e faz parte do Conselho de uma Empresa estatal. Por baixo, seus contracheques, todos de origem pública, somam R$ 85.000,00 . Dois pesos, duas medidas .!!!