ANTT anuncia plano de concessão rodoviária para o RS

A Agência Nacional de Transportes Terrestres tornou público agora há pouco em seu site os valores de referência que serão cobrados nas praças de pedágio a partir do novo plano de concessão de rodovias federais no Rio Grande do Sul. Passarão para a iniciativa privada as BRs 101, 290 (a free way), 386 e 448 (a Rodovia do Parque, única que não terá cabines de cobrança).

No primeiro ano de concessão, o plano terá apenas duas praças de pedágio. Serão na freeway, exatamente nos mesmos locais onde estão. Haverá redução no valor pago neste período. Em Gravataí, os carros pagarão R$ 5,30, contra os atuais R$ 6,90. Em Santo Antônio da Patrulha, o valor cairá de R$ 13,80 para R$ 10,80. A praça de pedágio de Eldorado do Sul será desativada em um primeiro momento, voltando a operar apenas quando o governo lançar o segundo plano de concessão.

No segundo ano de contrato, o RS ganhará mais cinco praças, quatro delas na BR-386, entre os municípios de Montenegro e Tio Hugo. O valor total para se trafegar nesse trecho de 200 quilômetros será de R$ 36,10, para carros de passeio. O quinto posto de cobrança será construído no município catarinense de São João do Sul e a tarifa custará R$ 9,70. Isto porque, se implantado no trecho gaúcho da BR-101, a Estrada do Mar se tornaria uma rota de fuga.

Um comentário:

Mario Bertani disse...

Caro Polibio !
Sou usuário da 386 a mais de 30 anos. Atualmente faço o trajeto toda a semana. Prefiro pagar o pedágio do que pensar em passar as dificuldades que já passei nela. Quero viajar com segurança e tranquilidade.