sábado, 28 de janeiro de 2017

Soldados turcos pedem asilo na Alemanha

Soldados turcos estacionados em bases da Otan requereram asilo às autoridades alemãs, segundo informações divulgadas neste sábado pela revista alemã Spigel.

Dois dos militares turcos, dos 40 que pediram asilo, disseram à revista que caso sejam entregues à Turquia, sofrerão torturas na prisão. Segundo eles, o governo do presidente Recep Tayyip Erdogan fez um expurgo dentro das Forças Armadas de soldados pró-Ocidente, que defendem "um Estado secular". Para o presidente da Comissão de Relações Exteriores no Bundestag, câmara baixa do Parlamento alemão, Norbert Röttgen, "os pedidos de asilo são legítimos e não podem se prender a considerações de oportunidade política". A chanceler Angela Merkel participará, na próxima quinta-feira, de negociações políticas na Turquia.

Um comentário:

Justiniano disse...

Angel Merkel é ditadora da UE, que abriu a Europa para imigração muçulmana, visando acabar com os valores judaicos-cristãos e com a civilização ocidental. É descarada a sua aversão a estes princípios, tanto que numa cerimônia com bandeirinhas alemães, ao receber uma, enrolou e depois jogou no chão.

Por isso os ingleses caíram fora dessa UE que é uma ditadura de limites e regulações. A própria Inglaterra teve que desmontar toda a sua industria de pesca para atender as exigências dos demais países em pescar nas águas inglesas.

Hoje os britânicos são senhores do seu destino como país e não ser levado a reboque dessa ditadura da UE e podem receber quem eles querem, e não abrir a fronteira aos imigrantes porque era ordem da UE.