Sargento da Brigada é assassinado por ladrões em Caxias do Sul

Sem policiamento nas ruas (Brigada, Polícia Civil e FNS sumiram de locais públicos no RS), cidadãos gaúchos, mesmo fardadados, são abatidos como gado no meio da rua.

A mídia de Caxias do Sul abriu espaços generosos, hoje, para as informações sobre o assassinato do sargento Edir Hendges Welter, 46 anos, integrante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), que foi morto numa tentativa de assalto em Caxias do Sul, ontem a noite. O crime ocorreu por volta das 22h30min na Rua Moreira César.

O policial estava na companhia da esposa e parou em frente a uma lanchonete. A mulher desembarcou do veículo para comprar água mineral no local. O sargento permaneceu sozinho no carro. Nesse momento, dois homens abordaram o policial e anunciaram o assalto. Ali, ele foi baleado duas vezes. O sargento morreu no Hospital Pompéia.

Os bandidos fugiram num carro Sedan escuro.