quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Prefeito de Canoas diz que Jairo Jorge gastava R$ 200 mil de dinheiro público com segurança privada

O novo prefeito de Canoas Luiz Carlos Busato (PTB) denunciou ontem que seu antecessor, Jairo Jorge (ex-PT, agora PDT), onerava os cofres públicos em R$ 183 mil mensais para o custeio de segurança privada para si e sua vice, Beth Colombo.

Jairo Jorge negou.

O ex-prefeito, que se elegeu duas vezes pelo PT, disse que a proteção despendia apenas R$ 91,5 mil ao mês, alegando que a Guarda Municipal não poderia incumbir-se da tarefa por não ter porte de arma.

13 comentários:

Anônimo disse...

Ah, essa gente do petê, que queria desarmar o trabalhador (nunca desarmaram o vagabundo), queria segurança armada?

Não sei por que ainda me surpreendo com essas coisas!

Unknown disse...

Os hipócritas do PT só querem segurança para si mesmos!!! Vejam Tarso com 2 pistolas em casa!!!
Nós, que votamos pelo não ao desarmamento(80% da nação), não podemos ter armas sem cumprir uma burocracia desumana ou ir presos!!!
Gado não precisa de defesa... é assim que o PT nos vê!!!
Mas com elles a história é diferente!!!

Anônimo disse...

Os podres dos petralhas sempre aparecem, não precisa nem procurar.

Anônimo disse...

90 MIL PARA CUIDAR DE UM PREFEITO? CALHORDAS, MARAJÁS E TODA A LISTA DO BOECHART...
jOEL

Anônimo disse...

Isto é ilegal, pois Prefeitos Municipais não têm direito à Segurança particular .!!!

Anônimo disse...

mas esse tal de Jair Jorge nao e' desarmamentista? pq ele precisa de segurança armado???? medo de que?????

Anônimo disse...

Esses comunistas são engraçados... Desarmam o povo e andam com seguranças e carros blindados.

Anônimo disse...

O PT É PELO DESARMAMENTO....PERO NO MUCHO....ELES TEM SEGURANÇA ARMADA PRIVADA

Luiz Inácio disse...

E desde quando o contribuinte espoliado tem de pagar segurança para um prefeitinho dos mais mixurucas????
E ainda acha pouco quase 100 mil reais este esquerdeopata que ajudou a aniquilar com a Ulbra, em conluio com o tal de reitor Becker; este Jairo era vice-reitor, mas aprendeu como chefe da quadrilha petista e disse que não sabia de nada.

Piada!!!!!

Anônimo disse...

Para que Segurança se não dão ao povo. A sociedade está violenta dessa forma, graças a má gestão dos governadores e prefeitos. Querem segurança mas não se preocuparam com ela. Estão com medinho de sair às ruas? imaginem a população.

Unknown disse...

Políbio: atualize os comentários com mais frequência... não dá para saber a repercussão das postagens... tá muito devagar!!!

Anônimo disse...

Sr. busato, será que o Jairo Jorge também empregava o filho na prefeitura?

Anônimo disse...

Jairo Jorge, um ilustre anônimo até a sua chegada na ULBRA caído de paraquedas. Cria do sr. Tarso Genro e Sirlei Dias Gomes (ex-assessora de comunicação social da Ulbra na gestão Ruben Becker). Um ser sem expressão intelectual ou qualquer outro atributo que justificasse a eleição a cargo público ou privado algum, aliás, característica própria da maioria dos políticos desse infeliz país que escolhe com ignorância e desfaçatez seus representantes. Jairo Jorge, o oportunista, fala em trocar de partido, o PT, por isso, oportunista, se serve de tudo e de todos, que caráter débil!!!! Oremos pela sua atribulada e vendida alma (...). Que descanses em paz nesse justo anonimato, que sejas apenas alcançado pela "Lava-Jato", oxalá em breve. Amém.