quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Governo gaúcho enfiou mais R$ 2,23 bilhões no caixa, apenas por cobranças das dívidas ativas

O governo do Rio Grande do Sul conseguiu recuperar R$ 2,3 bilhões com devedores em 2016, um recorde histórico. O valor integra a chamada "dívida ativa" do Estado e já está em caixa.

O dinheiro extra — 29,3% superior à cifra resgatada no ano anterior — equivale a quase duas folhas de pagamento do Poder Executivo. Segundo a Secretaria Estadual da Fazenda, foi usado para reforçar a arrecadação e cobrir parte do rombo nas finanças estaduais, com prioridade para os salários dos servidores, parcelados desde fevereiro.

Ao todo, o governo gaúcho registrou créditos tributários de R$ 40,5 bilhões em dezembro. A maior parte desse valor é "incobrável". Há casos de 30, 40 anos atrás que já prescreveram e outros parados na Justiça porque as companhias envolvidas faliram e não deixaram bens penhoráveis. A parcela com maior probabilidade de reversão é aquela que está na fase da cobrança administrativa (cerca de R$ 7,3 bilhões).

Até 2014, a média anual de recuperação era de R$ 1,1 bilhão ao ano. 

Cobrança da dívida ativa (em R$ bilhões)
2014: 1,49
2015: 1,8
2016: 2,33
Variação 2015/2016: 29,3%




8 comentários:

Anônimo disse...

Sera tudo desperdicado com salario de servidor publico.

Anônimo disse...

Onde o PMDB administra não tem dinheiro que chegue
Parece que tem uma boca de lobo na scretariA DA fazenda

Anônimo disse...

sera que o didim entro mesmo, ou foi apenas emitido os boleto ?

Anônimo disse...

Certo, falta cobrar quanto no TOTAL !

Anônimo disse...


Toda esta grana, somada aos 129 projetos para "sanar" as finanças do RS, não foram suficientes para pagar os salários do funcionalismo do executivo em dia.
O Polenta quer mais o que?

Unknown disse...

Oba... voltemos à gastança!!!
Atenção Legislativo e Judiciário: dá para pedir aumento ou mais bolsas auxílio!!!

Justiniano disse...

Esse foi o segredo do governador do Espirito Santo que contratou mais fiscais para a secretaria da fazenda, e saiu a cobrar dividas dos devedores contumazes do estado.

Assistam e aprendam:

http://g1.globo.com/globo-news/miriam-leitao/videos/v/miriam-leitao-entrevista-governador-do-espirito-santo-paulo-hartung/5179087/

Anônimo disse...

e o tarso, depois q perdeu as eleições, faltando 40 dias para deixar o GOVERNO DO ESTADO DO RGS. concedeu desconto de 70% para quem pagasse a divida do Estado.
Assim pagou em dia os salários.

Muito esperto... e os 70% de desconto nunca serão recebidos.