Governo do Peru manda Odebrecht vender seus negócios e ir embora. Por que o Brasil não faz a mesma coisa ?

A decisão do presidente Kuczynski, um homem sabidamente de direita, acha que a Odebrecht (também a Braskem, dona do Polo Petroquímico de Triunfo, RS) está manchada pela corrupção e tem que ir embora - sair da vida empresarial. É uma punição drástica e necessária. No Brasil, a Odebrecht e as demais empreiteiras e empresas corruptas, pagam multa, dizem que se arrependeram e fica por isto mesmo, mas elas também estão manchadas e deveriam ser proibidas de operar. 

O presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, disse que a Odebrecht terá que vender seus projetos no Peru, conforme os promotores negociam um possível acordo com a companhia.  Kuczynski afirmou que seu governo já recebeu uma garantia de US$ 262 milhões do consórcio de gasodutos liderado pela Odebrecht por descumprimento do prazo de financiamento e quebra dos termos do contrato de US$ 5 bilhões que está retornando ao controle estatal.

O que ele disse:

- Eles vão ter que vender seus projetos. Muitos deles são muito bons", disse; "Infelizmente eles estão manchados pela corrupção, eles têm que ir embora. Acabou.


10 comentários:

Anônimo disse...

Por que aqui odebecht é o governo.

Emmanuel Carlos disse...

Eu apoio! Fora Odebrecht .....

Emmanuel Carlos disse...

O mais legal nisso é que não tem santo no Peru: na verdade deram um jeito de trapacear à Odebrechet e ao Brasil!

Anônimo disse...

O Brasil não faz a mesma coisa porque a odebrecht é daqui mesmo, editor! Mandar embora pra onde?

Anônimo disse...

É isso aí, demonstração de governo sério .

Anônimo disse...

Só dar uns $$$ e ele muda de idéia.

Anônimo disse...



Porque não fazem como o Polenta fez com os presídios do RS, mudem de nome que os problemas acabam.

Anônimo disse...

Temos que ter cuidado nessa hora, olha o que aconteceu com a empresa alemã de carros nos EUA, e líder no Brasil.

Anônimo disse...

FORA ODEBRECHT BANDIDOS.

Anônimo disse...

El paredón resolve la corupcion...