Trabalhador terá que contribuir 49 anos para receber 100% da aposentadoria

O governo Temer propõe estabelecer uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. As novas regras valerão integralmente para os mais jovens e haverá medidas de transição para homens com mais de 50 anos. No entanto, tal limite etário deve subir pelo menos duas vezes até 2060, chegando a 67 anos.

De acordo com o secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano – que detalhou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) sobre a reforma da Previdência Social, na manhã desta terça-feira –, a ideia é que a aposentadoria acompanhe o aumento da expectativa de vida dos brasileiros. "Em 2060, a gente vai ter mais de 4 idosos para cada pessoa em idade ativa", afirmou o secretário.

Marcelo Caetano, anunciou também que a reforma da Previdência enviada ao Congresso Nacional acaba com o fator previdenciário e com a fórmula 85/95 como regra de cálculo da idade para se aposentar, equivalente à soma de idade e tempo de contribuição.

A proposta foi protocolada na noite da última segunda-feira. Uma das principais mudanças propostas é estabelecer um mínimo de 65 anos de idade e 25 anos de contribuição para se aposentar. A regra passaria a ser a mesma para homens e mulheres. Também atingiria não só trabalhadores de empresas privadas, mas também servidores públicos e políticos.

Atualmente, as mulheres podem pedir a aposentadoria com 30 anos de contribuição e os homens, após 35 anos de trabalho. Para receber o benefício integral, é preciso atingir a fórmula 85 (mulheres) e 95 (homens), que é a soma da idade e do tempo de contribuição.

13 comentários:

Anônimo disse...

Em 2060, 67 anos equivalerão a se aposentar com 45 hoje. Em 2060, deveria estar no mínimo em 75 anos ou mais.

Anônimo disse...

Veja que um trabalhador com um salário R$ 1.000,00 terá acumulado com 35 anos de contribuição para o INSS um capital de R$ 400.000,00, considerando os 8% da parte dele e os 20% parte da empresa.
Onde está o furo desta conta??????
Por que temos de pagar de novo o rombo(roubo) nas contas públicas?????

Anônimo disse...

Temer propõe a volta da escravidão.
Triste assistir isso ...

Unknown disse...

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR:
E OS MARAJÁS DOS TRÊS PODERES???

Anônimo disse...

A NOVA Reforma da Previdência , que o Governo pretende aprovar, só será justa e eficaz se for abrangente , inclusiva, para TODOS os funcionários dos três Poderes , EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIARIO. Se todos, sem EXCEÇÕES, forem incluidos e tratados da mesma forma , será justa e eficaz, caso contrário será mais uma reforma , com prazo de validade.!!!

Anônimo disse...

kKKKKKKKKKKKKK, esse país é mesmo uma piada.
Trabalhador precisa perder direitos para que o governo siga pagando títulos da dívida pública com o maior juro real DO MUNDO!!!

Unknown disse...

E vai receber com ou sem Atestado de Óbito???
E os MARAJÁS DOS TRÊS PODERES???

Anônimo disse...



Heheheheheheheh. Pediram e levaram.

Anônimo disse...

Hoje a contribuição minima para ter aposentadoria de hum salario minimo é de 176 reais, então, 176X12= 2112 reais por ano X 49 anos = 103,488 reais, só um asno pagaria isso, a maioria dos trabalhadores, tô falando dos trabalhadores, não deste parasitas que ditam regras em salas com ar condicionado, morrem antes de completar 65 anos. se é assim deixem ao trabalhador o direito de escolher se querem ou não pagar essa estrovenga que só beneficia os do andar de cima.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 13:29, um dos poucos comentaristas esclarecidos do blog, imagine um sevidor público que tem base cálculo do tributo muito maior (ele incide sobre tudo o que o sevidor recebe, sem os abatimentos do regime geral) na alíquota de 11%! No mínimo aqueles R$400.000,00 seriam R$2.000.000,00 no serviço público, ou mais.
E tem 'comentarista' que vem falar dos 'marajás' do serviço público.
Ora se você quer receber assim, vá estudar em vez de ficar com invejinhas. Mas estude muito,não é qualquer um que consegue um cargo público. O cara tem que ser bom.

Anônimo disse...

''...militares ficaram de fora'' só que não, os militares são os únicos que continuam pagando, sobre o salário total, mesmo na inatividade, diferentemente dos demais servidores públicos.

Anônimo disse...


aguentem.
Quiseram derrubar a Dilma

Anônimo disse...

Indiferente, pois no futuro o benefício da Previdência será único, no valor de 1 SM.