domingo, 25 de dezembro de 2016

Temer faz discurso de Natal para dizer que 2017 será muito melhor do que 2016

Em pronunciamento à população brasileira, o presidente Michel Temer fez um balanço de seus pouco mais de 100 dias de gestão – ele assumiu definitivamente o cargo em 31 de agosto. Às 20h30, o presidente entrou em rede nacional.
CLIQUE AQUI para ouvir e ver o discurso.

No discurso, Temer disse que enfrentou “imensos desafios” nos primeiros meses de governo, mas que tem trabalhado “dia e noite para fazer as reformas necessárias” para o país voltar a crescer. “O Brasil tem pressa, e eu também”. Temer lembrou da aprovação recente no Congresso da PEC que limita os gastos públicos e da lei que moraliza e dá transparência à administração das estatais, além da reforma do ensino médio, que foi aprovada apenas na Câmara e aguarda análise do Senado. Ele também falou da reforma da Previdência, tema que deverá ser analisado pelos parlamentares no início do ano que vem.

O que disse o presidente:

- Ampliamos em mais de 8 bilhões de reais o orçamento da saúde, área para a qual não pouparei recursos. Mudamos a Constituição para mudar o Brasil. Tudo isso, volto a lembrar, em poucos meses. Tenho a perfeita consciência dos problemas do País e da missão que me foi dada. Os brasileiros pagam muitos impostos e pouco recebem em troca. Meu desafio é desburocratizar o Estado e melhorar a qualidade da administração pública.

Ao final, fez este apelo:

- Que nos deixemos, portanto, guiar pelas virtudes da temperança e da solidariedade. A verdade virá. O Brasil, repito, está no caminho certo. O próximo Natal será muito melhor que este.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do discurso, que foi bem curto e consistente.

18 comentários:

Anônimo disse...

Como muito melhor? Se foi ruim, esse 2017 pode ser menos ruim, vai ter k melhor muito pra sair do ruim...depois comeca a subir.

Anônimo disse...

Temer, tu és da mesma panela de dilma. Só tem uma vantagem: tirou os petralhas da boca livre.

Mr. Lincoln disse...

É o "Alô, Alô Babacas", produção da Agência Nacional.E os caros idiotas acreditam...

Anônimo disse...

Anunciou que vai voltar o crescimento, pois diminuirão a roubalheira.

A cota de roubo do povo será menor.

Os ladrões também sofrerão arrocho, terão de cortar na própria carne.

Anônimo disse...


Cansei de ouvir LADRÃO na TV.

Anônimo disse...

pois é vai levar anos p concertar o estrago que o pt nos fez em 13 anos com auxilio do pmdb.....

Anônimo disse...

Podíamos ter passado sem essa em nossa noite de Natal!!!!

Anônimo disse...

Acho que para os Paulistanos será melhor,a Cidade de São Paulo está muito mal tratada.

ATENTO disse...

PARA O IDIOTA DO "MENOS RUIM"

TU QUERIAS QUE O PRESIDENTE DISSESSE:

"PROXIMO NATAL VAI SER MAIS BÃO?"

VAI TE ESCONDER PETRALHA, A MENSAGEM ESTÁ CORRETÍSSIMA!!!!

ESTÃO TENTANDO DESMERECER UMA MENSAGEM MUITO BOA DO PRESIDENTE,PRESTANDO CONTAS,MOSTRANDO RESULTADOS ,MOSTRANDO A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO DA CALAMIDADE QUE O PT CRIOU NO PAIS.

NOTA DEZ

UMA MENSAGEM PARA PESSOAS DE BEM!

Anônimo disse...

Padilha confirma: Temer pediu dinheiro à Odebrecht no Jaburu
:

15/12/2016 - Brasil 247

"Houve o jantar. Os recursos (da Odebrecht) foram registrados por depósitos bancários, foi feita a prestação de contas, e as contas foram aprovadas pelo TSE. Eu, pessoalmente, não era candidato. Não pedi e não recebi dinheiro de ninguém", diz o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, depois de confirmar que Michel Temer pediu seu auxílio para que "se fosse possível, que se ajudasse a campanha do PMDB"; acusado pelo ex-executivo da Odebrecht Cláudio Melo Filho de receber R$ 4 milhões, quantia que teria que redistribuir, Padilha afirma ainda ter "mais do que apoio" de Temer para ficar no cargo; segundo o delator, escolha do Jaburu para o pedido de R$ 10 milhões foi "simbólico"...

Anônimo disse...

Temer mentiu sobre tempo no poder e aposentadoria:

25/12/2016

Entre a data da foto da direita, o dia 13 de maio deste ano, quando Michel Temer tomou posse na presidência, e a noite de Natal, passaram-se 225 dias; no entanto, em seu pronunciamento de ontem, Temer afirmou que assumiu o poder há pouco mais de 100 dias; o erro de cálculo é proposital e visa escamotear a incapacidade de Temer, que usa a posse definitiva, em 31 de agosto, como início de seu mandato; desde que Temer chegou ao poder, a confiança não voltou, a recessão se aprofundou e o desemprego piorou – o único dado positivo, a inflação, foi reduzida graças à paz de cemitério que reina na economia brasileira; Temer também afirmou que a reforma da Previdência visa preservar "sua sagrada aposentadoria", mas um estudo do Dieese aponta que 70% dos brasileiros não terão mais benefícios se as propostas do atual governo passarem no Congresso...

Anônimo disse...

Andrade deve ser chamada para delatar SP e MG:

25/12/2017 - Brasil 27

A expectativa é de que no início de 2017 executivos da empreiteira Andrade Gutierrez sejam chamados para falar sobre pontos que não contaram na delação premiada, mas que foram expostos por delatores da Odebrecht, como corrupção em obras em São Paulo, onde a Odebrecht revelou propina ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), o "Santo", e na cidade administrativa de Belo Horizonte, onde Aécio Neves (PSDB) é acusado de fazer parte do esquema...

Anônimo disse...

Fala de Temer foi alvo de panelaço em várias cidades:

25/12/2016 - Brasil 247

Povo recebeu o pronunciamento oficial de Michel Temer em rede nacional, feito na véspera de Natal, com panelaço em diversas cidades, como São Paulo, Rio, Salvador, Brasília, Recife, Porto Alegre, Bauru e Feira de Santana, de acordo com relatos nas rede sociais; fala do presidente ignorou o tema corrupção, teve o tom otimista e completamente alheio ao que se passa em volta...

Anônimo disse...

Pode não ser o melhor governo, mas se vê que Michel Temer tem feito o possível, pois afinal pegou o país no fundo do poço, que Lula é Dilma nos colocou. Fiquei até feliz de ver que em anos, pela primeira vez um presidente do país se dirige à nação em cadeia de rádio e televisão sem sofrer o chamado panelaço, creio que aos poucos, com a prisão dos membros da ORCRIM o Brasil voltará à normalidade.

Anônimo disse...

Duvido ser melhor. Foi em 2016 que tiramos o pt do poder. Se tirarmos o pmdb em 2017, ainda assim não será melhor.

Anônimo disse...

Ao anonimo das 14:10hs, não tente se fazer de desentendido.A governanta só foi impinchada no dia 31/08/2016, Temer só estava como interino antes da data do impeachement e não podia tomar a decisões ou assumir determinados compromissos sem saber se a governanta iria ou não deixar de desgovernar o país. Para petista tem que desenhar, caso contrário há uma dificuldade muito grande para ler e entender um texto.

Anônimo disse...

Em São Paulo, único panelaço, foi aquele cheio com a ceia de Natal e muitos fogos de artifício,Em casa foi um panelaço de bacalhoada após chegada da missa das 19:00hs às 21:00 hs na Paróquia alias Missa muito bonita.Feliz Natal aos Editor, Comentaristas e familiares.

Anônimo disse...

A primeira vez em anos que um presidente se dirige à nação sem ser alvo de panelaço. As coisas estão mudando.