quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

STF terá que mandar Renan sair do cargo de presidente do Senado

Aposta do editor

O pleno do STF referendará a liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello e mandará o senador Renan Calheiros afastar-se imediatamente do cargo de presidente do Senado.

O STF não tem saída, por mais que queira contemporizar.

Esta manhã, a maioria dos senadores dá o fato como consumado, mas advertem que não tolerarão mais nenhum vacilo do STF.

17 comentários:

ARS disse...

Dessa vez o boy da justissa deverá estar acompanhado de agentes da lei (pulissas) para que a decisão seja respeitada.

Unknown disse...

Tudo culpa do Toffoli... "adevogado" da Orcrim!!!

Anônimo disse...

ANTES DE ADERIR AO GOLPE, TEMER FOI PROFETA E PREVIU CRISE INSTITUCIONAL:

No dia 30 de março de 2015, o então vice-presidente Michel Temer fez a seguinte postagem em seu Twitter: “O impeachment é impensável, geraria uma crise institucional. Não tem base jurídica e nem política"; nesta quarta-feira, a crise institucional está estampada na manchete do Valor, da Globo, que foi a principal força propulsora do golpe de 2016; desde o impechment sem base jurídica, nas palavras de Temer, o Brasil virou terra sem lei e o resultado é uma república bananeira ridicularizada no mundo, onde não se sabe o que é pior: um chefe do Legislativo afastado por liminar ou uma mesa do Senado que descumpre ordem judicial; Temer tinha razão: o golpe afundou o País.

7 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – No dia 30 de março de 2015, o então vice-presidente Michel Temer fez a seguinte postagem em seu Twitter: “O impeachment é impensável, geraria uma crise institucional. Não tem base jurídica e nem política".

Naquele momento, Temer ainda resistia a aderir ao golpe que vinha sendo articulado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), que não se conformou com a derrota na disputa presidencial de 2014, e pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que tentava se blindar da Lava Jato, com aval do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Naquele momento, Temer conseguiu ter razão, ao profetizar a crise institucional que seria provocada pelo impeachment sem base jurídica – ou seja, golpe.

Como a lei deixou de valer para Dilma Rousseff, hoje já não vale mais para ninguém (leia mais aqui).

Ontem, depois de ser afastado por uma liminar, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) se recusou a cumprir a ordem judicial.

Nesse embate entre Legislativo e Judiciário, o jornal Valor, do grupo Globo, principal articulador do golpe, estampou hoje em sua manchete: "Caso Renan abre crise institucional".

Desde o impechment sem base jurídica, nas palavras de Temer, o Brasil virou uma terra sem lei e o resultado é uma república bananeira ridicularizada no mundo, onde não se sabe o que é pior: um chefe do Legislativo afastado por liminar ou uma mesa do Senado que descumpre ordem judicial.

OS COXAS/bundinhas parecem arrempedidos do que foram pedir no domingo? É que como sempre assim como os coxas não sabiam que o vice da Dilma era o Temer, tbm não sabiam que o Viana era o vice do Temer. Comedores de alfafa não tem a menor noção política.... Só fazem tudo o que o mestre mandar.

Anônimo disse...

Com certeza enquanto tiver no cargo de presidente do Senado vai tentar criar leis para ajudar os envolvidos na Lava Jato. Tal como Cunha foi afastado, entendo que pelas mesmas razões Renan deverá ser, evitando assim criar decisões conflitantes no STF.

Anônimo disse...

Quem sabe o Marco Aurelio não está nas maletas do Renan e emparedou os
emaletados do STF, tirando o Renan da presidência do Senado só para ver o estouro da boiada ???? Se foi assim, ele é um artista, provocou uma tremenda
crise sem volta ou desmascarante entre os emaletados o emaletador.

Anônimo disse...

A notícia que se tem é que há um imenso conchavo para manter Renan, o réu, na presidência do Senado, sem permitir-lhe eventualmente presidir a República. Como se ele tivesse tempo de mandato para isso.
Se tal ocorrer, Cunha poderá pedir reintegração imediata, com as consequências de estilo e qualquer bandido terá o direito de não cumprir qualquer ordem judicial, bastando para isso, apresentar discordância.

João Paulo da Fontoura disse...


+++ Acho que não, Políbio, acho que vão contemporizar, pois, afinal, a ninguém interessa agudizar a crise. Haverá uma solução salomônica do tipo: fica mas não pode assumir a Presidência na vacância do titular.O malandro ficará mais os 09 dias restantes e prestará um grande favor à Nação: agilizará a aprovação dos necessários Projetos - dos gastos, da previdência, etc. Neste momento, o Brasil importa MAIS que a medição de força entre os poderes. Certamente o Temer deve ter dado uma ligada à Ministra

Anônimo disse...


O PRIMEIRO COMANDO DO SENADO - PCS, DETERMINOU O TOQUE DE RECOLHER DO STF.

SÃO OS CRIMINOSOS DANDO ORDENS.

RENAN DEVE IR PARA GUANTANAMO.

Mordaz disse...

Baseado em que lei? E que podem fazer em outros vacilos do STF? Nada.

Anônimo disse...

Aí o Renan liberas as gravações ....
Vai ser legal !

Anônimo disse...

Verdade, Políbio.
E ninguém ainda falou, comentou:
Se o STF não afastar este senador da presidência do senado,
Então, o deputado Cunha terá o direito de ser reconduzido à presidência da câmara,
e todos os atos do processo contra o deputado afastado, até aqui, SERÃO NULOS DE PLENO DIREITO (ISONOMIA)!
ESTE É O PONTO!
ESTE SERÁ O PONTO que ruirá definitivamente com o Supremo Tribunal Dos Amigos Do Réu, caso este não confirme a liminar.
E NÃO HAVERÁ MAIS OBRIGATORIEDADE DE CUMPRIR-SE QUALQUER LIMINAR NA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL! É a REPERCUSSÃO GERAL DESTE CASO DO SENADO.
Que acha?

Anônimo disse...

O Antagonista: "Ontem, o STF ficou de joelhos. Hoje, dependendo do que eles façam, vão enfiar a cabeça debaixo da terra..."

Reunião de Pauta 07.12.2016
https://www.youtube.com/watch?v=CSoF3JhOqFU&feature=youtu.be

Anônimo disse...

O advogado clandestino de Renan, dentro do STF. Quando ele votar, saberemos quem ele é e o STF estará TOTALMENTE desmoralizado:

http://www.oantagonista.com/posts/o-advogado-clandestino-de-renan

Lula ensina Renan como lidar com o Judiciário:

https://3.bp.blogspot.com/-EQ82JKWJT-s/WEgo6jJuhdI/AAAAAAAAy0g/L2O06Mh0KPYGghdWacawo1M-oluo4RclQCLcB/s1600/spon-lula-renan.jpg

Anônimo disse...

As decisões do STF refletem bem que realmente somos uma republiqueta de 5ª categoria....
As últimas decisões do Supremo comprovam que a mediocridade reside no Congresso, no Executivo e no Judiciário.Caiu a máscara de sobriedade que, alguns acreditavam,existia na egrégia Corte da Justiça brasileira.
E segue o baile....

Anônimo disse...


Quando um pobre descumpre ordem judicial é preso.
Quando é um rico, o que que acontece? Breve, breve, vamos saber
Estou curioso para saber.
Isso poderá virar uma "jurisprudencia"para o povo brasileiro

Nélio disse...

Se o STF criar uma jabuticaba e não retirar Renan, o flagelo da Nação, do cargo de presidente do Senado, estará consolidando no imaginário popular a subserviência do tribunal aos poderosos de plantão e tornando sem sentido a máxima de que decisão judicial se cumpre; depois de cumprir-la, se discute.
Com esta decisão, o vaticínio do sen. Caiado ganha contornos de realidade e o STF cada vez mais fica parecendo um abrigo que acolhe todo aquele que não arrumou nada melhor para fazer.

Anônimo disse...

O causador dessa confusão toda é Dias Toffoli. !!!