Senado aprova Teto dos Gastos por 53 x 16

Conduzidos sob a mão forte do presidente Renan Calheiros, 53 senadores aprovaram há pouco a PEC 55, a PEC do Teto dos Gastos Públicos.

Apenas 16 senadores ficaram contra.

A oposição tentou obstaculizar a votação, mas foi atropelada no caminho.

13 comentários:

Anônimo disse...

Quando o Congresso vota em peso em nome da sociedade significa que as emendas parlamentares estão correndo soltas mais uma vez. Criticavam o modelo Lula/Dilma de governar mas continuam as mesmas praticas.

Unknown disse...

De 81 senadores, 69 votaram, então, tivemos 12 gazeteiros!!!
Que se liste o nome!!!

Anônimo disse...

Você percebe que o país chegou ao fundo do poço quando vê o PMDB propondo medidas de austeridade.

Anônimo disse...

Pec e Reforma previdenciária > mais dois passos largos ao bolivarismo.

Será inevitável a estatização das empresas em pouco tempo.

Anônimo disse...

Qual os nomes dos que votaram contra?

Anônimo disse...


Tudo isso para o povo pagar a farra dos congressistas ladrões.

Anônimo disse...

Creio que quase ninguém se deu ao trabalho de ler esta PEC de cabo a rabo, como se diz, quanto darem-se por conta será tarde.

frederico menezes disse...

Gente que não leu a pec e' contra. Quebramos pela imensa irresponsabilidade fiscal.

Anônimo disse...

Parabéns são os teus

Anônimo disse...

Site do Correio do Povo, de 13/12/2016:

* Temer libera R$ 1,2 bilhão para emendas parlamentares.

* Senado aprova PEC do teto em segundo turno.

* Temer agradece ao Senado a aprovação da PEC do Teto.

Interessante, né?

Anônimo disse...

só quem foi contra foram os esquerdas fracassados da rede , pdt, psol e pt

Anônimo disse...

a deputada sem vergonha do pt erika kokai de brasilia foi denuncida por PECULATO e LAVAGEM DE DINHEIRO , esta safada é contra a pec e vive atacando o temer estes petistas nao valem nada nao esacapa um, a midia vermelha nao mostrou que ela foi denunciada por crime de peculato e lavagem de dinheiro estes dias

Anônimo disse...

boa, a pec é necessaria pois o pt gastou o que nao tinha