sábado, 10 de dezembro de 2016

Leia, aqui, a íntegra da delação de 82 páginas que incrimina Temer, Padilha, Moreira Franco, Lula, Dilma, Alckmin e Renan

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da delação de 82 páginas.

O ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho, Odebrecht, notabilizado ontem pela denúncia contra o presidente Michel Temer (R$ 10 milhões para a campanha), listou muitos outros políticos no anexo de 82 página

No documento o delator cita ainda o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), o secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, Moreira Franco, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, além dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), como também Lula, Dilma, o governador Alckmin e dezenas de parlamentares.

Melo Filho precisará confirmar tudo que narra no anexo, em depoimento formal. Após todos os depoimentos, o material será encaminhado para que seja ou não homologado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Caso seja homologado, as delações vão basear possíveis procedimentos de investigação formal.

10 comentários:

Unknown disse...

Será que este Armagedom também vai ser 'acochambrado' pelo STF???

Anônimo disse...

Abrindo-se o caminho pro Caiado ou o Bolsonaro.

Anônimo disse...

Políbio,

Por essas e por outras que já venho batendo na tecla do FORATEMER2017.

Sempre apostei, ainda antes da Dillma cair, que a dupla não chegaria a 2018.

JulioK

Anônimo disse...

Já até salvei aqui.
A Zero Hora não tocou nome de nenhum petista como sempre.
Os comentários contra a esquerda estão todos sendo bloqueados pelo jornal.

Anônimo disse...

ESTÁ PROVADO: DILMA, A HONESTA, FOI AFASTADA PELO GOLPE DOS CORRUPTOS:

A capa deste sábado do jornal O Globo desmoraliza o golpe de 2016 e todas as forças que o apoiaram – incluindo a própria Globo; a manchete é a prova de que Dilma foi afastada "por uma assembleia de bandidos, presidida por um bandido", como definiu o escritor português Miguel Sousa Tavares; os personagens que feriram a democracia brasileira para sempre e hoje aparecem delatados por corrupção nem cabem na primeira página do jornal: Temer, Renan, Maia, Padilha, Moreira, Alckmin, Serra; e agora: vão pedir desculpas e devolver o poder a quem o conquistou pelo voto? Ou o Brasil será governador por réus e candidatos a réus?

10 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – A primeira página do jornal O Globo é pequena para listar a quantidade de golpistas que hoje aparecem listados na delação premiada da Odebrecht. Mas ela também confirma como foi precisa a definição do golpe de 2016 pelo escritor português Miguel Sousa Tavares.

"Dilma foi afastada por uma assembleia de bandidos presidida por um bandido", disse ele, referindo-se aos parlamentares que a afastaram e ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje preso em Curitiba.

O Globo cita seis nomes delatados pela Odebrecht: Temer, Renan, Maia, Padilha, Moreira, Alckmin e Serra.

Temer é acusado de receber propinas por meio do amigo e parceiro Jorge Yunes (leia aqui).

Padilha e Moreira Franco, dois integrantes do núcleo duro de Temer, também receberiam propinas em troca de favores à empreiteira.

Alckmin, por sua vez, é acusado de levar R$ 2 milhões por meio do cunhado e Serra de ganhar uma bolada de R$ 23 milhões na Suíça.

E agora: vão pedir desculpas e devolver o poder a quem o conquistou pelo voto? Ou o Brasil será governador por réus e candidatos a réus?

A MIDIA MARROM GLACE e o editor já saltaram para dizer que a Dilma "mandou" a Odbrech dar 4. millhões a Gleize Offman. Primeiro que a Dilma era conhecida por ser linha dura e de não receber politicos em seu gabinete, inclusive demitiu o Ministros dos Esportes Orlando Silva por ter comido uma "tapioca" de R$ 8.50 e pago com o Cartão Corporativo. Terceiro que não inteferiu na Lava Jato, segundo o MPF. Quarto que nunca foi acusado de propina, ou seja, com essa trajetória, qualquer investigar mediano qualidade conclui que Dima não é corrupta. Muitos Politicos se beneficiaram de propina, do PT e de vários partidos, os do PT, que estão sendo investigados a séculos e, todos sabem que Dilma conhecida até como truculenta não tolerava qualquer tipo de deslize. Só que Presidente não tem como controlar 24 hs por dia o que um Dep, Sen, Min A ou B faz, alias nem a Policia.

Anônimo disse...

DELATOR APRESENTA PROVA DA PROPINA A TEMER, O MT:

Em sua delação premiada, Claudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht em Brasília, apresentou um email de Marcelo Odebrecht (MO) para comprovar que os R$ 10 milhões pedidos por Michel Temer à empreiteira no Jaburu foram propina; na mensagem, Marcelo diz ter feito o pagamento a MT (Michel Temer) depois de "muito choro" e afirmou que este seria o último pagamento ao time dele; os recursos foram divididos com Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil, José Yunes, amigo e parceiro de Temer, e também Eduardo Cunha, que, nas perguntas que tentou enviar a Temer, mas que foram barradas por Sergio Moro, o questionou sobre essa doação; Claudio Melo Filho também disse que o PMDB era chamado de PMDBrecht; em nota, Temer afirmou que o delator mente, mas o caminho mais sensato que lhe resta é a renúncia.

10 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – Neste momento, Michel Temer deve estar pensando seriamente em sua própria renúncia. O motivo: depois da delação da Odebrecht, que se soma a sua impopularidade gigantesca e à destruição da economia brasileira, não há a menor chance de que ele consiga permanecer na presidência da República por muito tempo.

Na noite de ontem, depois da revelação de que Michel Temer pediu R$ 10 milhões à Odebrecht em pleno Palácio do Jaburu, que teriam sido entregues parcialmente, numa mala de dinheiro, a seu melhor amigo, Jorge Yunes, que é também tido no mercado como seu parceiro em empreendimentos imobiliários (saiba mais aqui), o Palácio do Planalto reagiu com a seguinte nota:

O presidente Michel Temer repudia com veemência as falsas acusações do senhor Cláudio Melo Filho. As doações feitas pela Construtora Odebrecht ao PMDB foram todas por transferência bancária e declaradas ao TSE. Não houve caixa 2, nem entrega em dinheiro a pedido do presidente.

Pois bem: a Odebrecht sustenta que os pagamentos a Temer saíram do departamento de propinas da empreiteira, eram contrapartidas por favores governamentais – ou seja, propina – e também traz, como prova, um email de Marcelo Odebrecht, o MO, a seus executivos.

Nele, Marcelo diz que só aceitou pagar "depois de muito choro" e que este seria o último pagamento ao "time de MT", Michel Temer.

Dos R$ 10 milhões, R$ 6 milhões teriam sido destinados à campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo. Os R$ 4 milhões restantes teriam sido distribuídos a Eliseu Padilha, Yunes, o amigão de Temer, e a Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba.

Ao formular perguntas a Temer, sua testemunha na Lava Jato, Cunha quis questioná-lo sobre esse pagamento da Odebrecht a ele, via Jorge Yunes, mas o juiz Sergio Moro vetou as questões. (...)

ESSA É A "diferença" contra Dilma e Lula os Delatores não apresentam provas, já contra outros......

Anônimo disse...

Odebrecht deu o drible da vaca no Moro:

Agora vem ao caso, Traíra!

10/12/2016 - Conversa Afiada

Pelé contra o Uruguai, em 1970: o mais lindo drible da vaca de todos os tempos....

Vingança da Odebrecht? Sim. Quando Moro prendeu há mais de ano o Marcelo Odebrecht e o interrogou, Moro queria saber apenas de Lula e do PT. Seletivo e parcial, recebeu o troco que mostra a podridão na política brasileira que, em muitos casos, a mídia conservadora e partidarizada blinda para inocentar o MPF Dallagnólico, a PF aecista e a Justiça que a Univesidade de Heidelberg recepcionou com entusiasmo. Como a Odebrecht costurou este acordo a partir dos EUA e da Suíça, não foi possível o Janot e o Moro brecá-lo. Acabou o Governo Temer. Eleições diretas já independente do que estabelece a Constituição (direta se renunciar ainda em 2016 ou indireta a partir de janeiro). com a podridão que exala o Congresso canalha, a eleição indireta é inadmissível.

Assinado: Petista de Maringá

Anônimo disse...

Cometeu crime, cadeia. A Justiça deve ser igual para todos. Afinal, pau que dá em Renan, dá em Calheiros. O QUE NAO ENTENDO É PORQUE LULA NÃO ESTÁ PRESO ???

Luiz Cláudio Ribeiro disse...

Sugiro a leitura desse artigo como forma de melhorar a percepção sobre o verdadeiro nível de revelações contidas nas delações da Odebrecht: Por que as delações da Odebrecht estão protegendo o PT? >>> http://www.ceticismopolitico.com/por-que-as-delacoes-da-odebrecht-estao-protegendo-o-pt/

Anônimo disse...

Kkkkkkk, essa ervinha que vc fuma deve ser daboa hein, defender o sábado e criticar o domingo. Só fumando, sendo muito inocente ou muito safado. P Mass