sábado, 10 de dezembro de 2016

Alexandrino Alencar, Braskem, delatou o que sabia e o que não sabia sobre as propinas que rolaram no RS

A Braskem possui demandas regionais na Área de RI (Relações Institucionais), tendo um gerente de relações institucionais e uma equipe em cada Estado de sua atuação, quais sejam: Bahia, Alagoas, São Paulo e Rio Grande do Sul. 

Este desenho administrativo, consta da delação premiada do diretor da Odebrecht, Claudio Filho, tudo no âmbito da delação premiada que ele fez para o MPF. 

No RS, o homem da Braskem foi o diretor Alexandrino Alencar, que até ser preso era também diretor da Fiergs e da Federasul. 

Como se sabe, cada um dos 70 diretores e executivos da Odebrecht e da Braskem que fizeram delação premiada, contou tudo o que sabia.

O homem do grupo para o Rio, já teve seu depoimento vazado em partes.

No RS, a ansiedade entre políticos, empresários, publicitários e jornalistas é muito grande em relação ao que delatou Alexandrino Alencar. Ele tentou sonegar informações ao pessoal da Lava Jato, mas pressionado, acabou falando.

O editor sabe que Alexandrino Alencar possui farta munição sobre o que fez e deixou de fazer no RS.

É só esperar pelas revelações. 

Muitas reputações resultarão abaladas. 

13 comentários:

Magno disse...

E a morte do Plínio? Nunca mais se falou no assunto embora não tenha ficado bem esclarecido uma séire de "circunstâncias".
Alguma notícia?

Anônimo disse...

Espero que tenha delatado só o que sabia. Já é demais!!!

Anônimo disse...

Aguardando o vazamento desta delação...

Anônimo disse...

O corrupto Nelson Marquesan pode assumir a prefeitura, tendo só 36% dos votos dos portoalegrenses, e está confirmado como mais um pixuleco da Odebrecht. E sabe-se lá de quem mais?

NELSON MARQUEZAN NÃO TEM LEGITIMIDADE pela BAIXA VOTAÇÃO, e por ser CORRUPTO.

MAS O MP do Estado do RS também faz parte da QUADRILHA de corruptos, bolivarianos e pixulecos, junto com MP, MPC, TCE, TRE, todo os participantes fo governo Sartori, do Fortunati, Marquezan, PT, PDT, PMDB, PSDB, PP e todos os demais partidos e instituições públicas, que são pagos regiamente pra roubar e não defender o erário público.

Morte a todos os corruptos.
O Brasil não tem saída se não tirarmos à força a vida de todos esses traidores do Brasil.

Anônimo disse...

dos vermelhinhos aos bicudos, dos progressistas aos mdbistas...haja rivotril hein?

Anônimo disse...

Alexandrino SÓ NÃO DELATOU LULA, SEU COMPANHEIRO DE DEZENAS DE VIAGENS EM JATINHOS DA ODEBRECHT PARA A ÁFRICA E OUTROS LUGARES, ONDE O JARARACA TRAFICAVA INFLUÊNCIA EM TROCA DE GORDAS COMISSÕES PARA ELE E SEUS FAMILIARES!!!

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=vWfKNgwbue0

Anônimo disse...

Virou moda: Prefeito copia Renan e se recusa a receber notificação judicial
Faz escola a atitude do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recusando-se a ser notificado da decisão judicial que o afastava do cargo. Nesta quinta-feira (8), foi a vez do prefeito de Barreiras (BA), Antônio Henrique de Souza Moreira (PP), desafiar a Justiça baiana se recusando a cumprir uma liminar.

A medida foi solicitada à Justiça pelo sindicato dos servidores, para obrigar a prefeitura a descontar dos salários e repassar à entidade 1% do valor de toda folha salarial.

Esse percentual corresponde ao chamado “imposto sindical”, que torna essas entidades milionárias.

O prefeito citou o caso do senador Renan Calheiros para alegar que também vai descumprir a medida liminar. (Diário do Poder)

Anônimo disse...

Mais de 20 governadores foram beneficiados com dinheiro da corrupção.

Anônimo disse...

COM 25 MINUTOS NO JN, TEMER JÁ PODE PREPARAR A CARTA DE RENÚNCIA:

Numa reportagem correta do repórter Júlio Mosquera, no Jornal Nacional, Michel Temer foi apresentado ao público como o chefe do esquema do PMDB na Câmara dos Deputados e uma espécie de negociante de interesses privados no parlamento e no Executivo; ao todo, o telejornal dedicou 25 minutos aos capítulos da delação de Claudio Melo Filho dedicados ao PMDB, onde Temer e seus principais assessores, Eliseu Padilha, Moreira Franco e Geddel Vieira Lima (já demitido), aparecem como operadores de interesses da empreiteira; JN destacou o trecho em que Melo Filho fala da via de mão dupla entre a empreiteira e Temer: ela dava dinheiro e ele oferecia favores; rejeitado pela população e, agora, sem o apoio da Globo, Temer já pode começar a redigir sua carta de renúncia.

10 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – Michel Temer já pode começar a redigir sua carta de renúncia. Se não sair espontaneamente da presidência da República, dela será ejetado no início de 2017, seja pela cassação no Tribunal Superior Eleitoral, seja por um processo de impeachment.

A principal evidência de que Temer não continuará no cargo ocorreu na noite deste sábado 10, no Jornal Nacional. Numa reportagem correta do repórter Júlio Mosquera, no Jornal Nacional, Michel Temer foi apresentado ao público como o chefe do esquema do PMDB na Câmara dos Deputados e uma espécie de negociante de interesses privados no parlamento e no Executivo.

Ao todo, o telejornal dedicou 25 minutos aos capítulos da delação de Claudio Melo Filho dedicados ao PMDB, onde Temer e seus principais assessores, Eliseu Padilha, Moreira Franco e Geddel Vieira Lima (já demitido), aparecem como operadores de interesses da empreiteira.

O JN destacou o trecho em que Melo Filho fala da via de mão dupla entre a empreiteira e Temer: ela dava dinheiro e ele oferecia favores.

Reitado pela população e, agora, sem o apoio da Globo, principal fiadora do golpe de 2016, ele já pode começar a limpar as gavetas.

NESSE RITMO frenético que os acontecimentos tomaram apenas com esse único delator da Odebrecht, periga o Cunha, vulgo "Caranguejo", não ter nada, ou muito pouco a deletar do Temeroso e do seus compadrios. E acabar pegando um cana braba juntamente como toda a sua digníssima família, apesar de toda a condescendência do DR Moro com a Dona Cláudia.

Anônimo disse...

Dale Alec conta tudo que sabe e manda todos pro xadrez, principalmente o AMIGO!

Anônimo disse...

acho que uma senadora gaucha, contrária a corrupção(dos outros), será pega com as pelancas na botija........

Anônimo disse...

A morte do Plínio foi suicídio, já está mais que esclarecido. Não queira achar pêlo em ovo.