Sérgio Moro homologou acordo de leniência da Odebrecht. Empreiteira terá que pagar R$ 3,3 bilhões de indenizações à União.

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, homologou nesta segunda-feira, o acordo de leniência da Odebrecht, fechado com a força-tarefa da Operação Lava-Jato. A empreiteira terá de pagar R$ 3,28 bilhões, em 22 anos por danos causados em contratos públicos.

Acordo de leniência é uma espécie de delação premiada para pessoas jurídicas (empresas).

4 comentários:

Anônimo disse...

E a JBS???
Precisamos apurar quem comandou o acordo no qual só uma parte, o Brasil, perdeu. A JBS saiu livre leve e solta e ... foi embora. É mais importante, agora, a PF investigar esses.

Anônimo disse...

Piada, os mafiosos da JBS já deixaram o Brasil e o calote no BNDES, fornecedor, INSS é certo para o brasileiro pagar

Anônimo disse...

Por ai vemos a diferença do mpf e da jf do Pr em relação aos respectivos "irmãos" de poder de Brasília.

Anônimo disse...

JANOT E FACHIN SÃO ESQUERDA PT. NÃO VÃO PRENDER LULADRÃO, BANDILMA, MANTEGA E PALLOCI NÃO VAI FALAR. O FACHIN É GOLPISTA ASSIM COMO FOI LEVANDOSKI NO IMPEACHMENT. AGORA QUERO VER É SE ESSA TURMA VAI PEITAR BOLSONARO, DORIA OU AS FFAA.