Leia o diálogo no qual Reinaldo Azevedo critica reportagem de Veja sobre Aécio: "É nojenta !"

Os áudios vazados pelo procurador Rodrigo Janot sobre o Caso JBS, incluem um telefonema grampeado da conversa do jornalista Reinaldo Azevedo com a irmã do senador Aécio Neves, Andrea Neves. Na conversa, ele chamou o conteúdo de uma reportagem de capa da revista Veja, na qual trabalha,  sobre senador, de “nojenta”. A própria Veja divulgou a degravação e Reinaldo acaba de se demitir por quebra de confiança.  (leia a carta de demissão do jornalista, a seguir).

Reinaldo Azevedo tem sido crítico feroz de Rodrigo Janot.

A gravação foi feita depois da meia-noite do último dia 13 de abril, quinta-feira. A conversa entre Azevedo e Andrea foi anexada pela Procuradoria-Geral da República aos áudios do inquérito que investiga o senador e a irmã.

Durante a conversa, eles falaram da Lava Jato e da revista Veja.

Andrea Neves – Agora, que está acontecendo na Veja, o que o pessoal fez…

Reinaldo Azevedo – Ah, eu vi. É nojento, nojento. Eu vi.

Andrea Neves – Assinaram todos os jornalistas e vão pegar a loucura desse cara para esquentar a maluquice contra mim.

Reinaldo Azevedo – Tanto é que logo no primeiro parágrafo, a Veja publicou no começo de abril que não sei o que, na conta de Andrea Neves. Como se o depoimento do cara endossasse isso. E ele não fala isso.

Andrea Neves – Como se agora tivesse uma coleção de contas lá fora e a minha é uma delas.

Reinaldo Azevedo – Eu vou ter de entrar nessa história porque já haviam me enchido o saco. Vou entrar evidentemente com o meu texto e não com o deles. Pergunto: essas questões que você levantou para mim, posso colocar como se fosse resposta do Aécio?

Andrea Neves – Nós mandamos agora para a Veja uma nota para botar nessa matéria.

Reinaldo Azevedo – Não quer mandar para mim também?

Andrea Neves – Mando.