IPE cortará benefícios acima do teto salarial estadual a partir deste mês

Teto do IPE entra em vigor na próxima folha de pagamento. Benefícios acumulados não podem superar o limite constitucional do Estado de R$ 30,4 mil.

A lei que cria teto para as pensões no Rio Grande do Sul será colocada em prática na folha de pagamento deste mês. A regra proíbe o dispêndio de benefícios acumulados que superam R$ 30,4 mil. Se um servidor vinculado ao Regime Próprio de Previdência Social recebe aposentadoria de R$ 20 mil mais uma pensão de R$ 20 mil, o Tesouro passará a pagar esse benefício até atingir o limite único do teto, que hoje é o salário de um desembargador do Tribunal de Justiça.

A economia para o IPE pode chegar a R$ 1,5 milhão para os cofres gaúchos por mês. 55% da folha é destinada ao pagamento de inativo. Os salários e benefícios do Executivo custam, em média, R$ 1,4 bilhão ao RS por mês.


A mesma lei, sancionada pelo governador José Ivo Sartori em dezembro de 2016, mudava também as contribuições do regime de previdências, que passou de 13,25% para 14% por mês sobre o salário. O desconto com o novo percentual começou na folha de abril para todos os servidores e todos os poderes. Com a medida, o governo pretende economizar R$ 130 milhões por ano.

6 comentários:

Anônimo disse...

Só agora ?
Impressionante isso.

Anônimo disse...

Devem receber o teto do Povão pelos inss.

Unknown disse...

Quero ouvir os berros da corte de nobres qual bezerros desmamados!!!

Anônimo disse...

Cambada de vagabundos, que ficam incluindo adicionais e mais adicionais e contribuem somente sobre o básico para o IPE, por isso está quebrado.

Anônimo disse...

P.Q.P. E TEM IDIOTAS QUE FALAM MAL DA VENEZUELA....AQUI JÁ É IGUAL OU PIOR..

ENQUANTO ISSO A MAQUINA PUBLICA VIVE NO MUNDO DA FANTASIA E DA MENTIRA, TETO DE 30 PAUS PARA INATIVOS.

MAS NO MUNDO REAL, AQUELE DO INSS, AQUELES DA INICIATIVA PRIVADA QUE PAGAM ESTA EXCRESCÊNCIA PARA OS BARNABÉS...QUEBRANDO QUALQUER CAIXA, DESTRUINDO AS ECONOMIAS DO POVÃO ...TUDO PARA TRANSFERÊNCIA DE RENDA.....

Anônimo disse...

A lei deveria ser federal:o teto não poderia ser superior somando-se todas as pensões/benefícios/aposentadorias. Entenda-se somar os ganhos via INSS, funcionalismo, cargos políticos.
Veja o exemplo do nossos ex-governadores com várias "aposentadorias" acumuladas.