Sartori fez de tudo, mas deputados negaram o estribo ao serem atropelados pela Lista de Fachin

O governador Ivo Sartori foi incansável, diligente e competente ao defender a aprovação do Plano de Recuperação Fiscal dos Estados.Ele ficou dois dias no plenário, no corpo a corpo.

Ele só não contava com a inesperada revelação da Lista do Fachin, que atropelou a sessão de ontem da Câmara e esvaziou o plenário.

O Plano dará fôlego de três, talvez seis anos, para o governo estadual, já que durante o prazo adiará o pagamento anual de R$ 3,5 bilhões de prestações da dívida com a União.

As oposições ao Plano são relevantes, mas absolutamente fora de foco e de prazo.

Não há data para que a votação saia.

Sartori tem pressa, mas pode e sabe esperar.