Reajuste do salário mínimo regional pode ir à votação nesta terça

Um dos nove projetos que trancam a pauta da Assembleia Legislativa por terem vencido o prazo de tramitação do regime de urgência, o texto que reajusta o salário-mínimo regional em 6,48% retroativo a fevereiro de 2017 pode entrar na ordem do dia da sessão de amanhã.

O líder do governo no Parlamento gaúcho, deputado estadual Gabriel Souza (PMDB), disse que o Palácio Piratini pretende priorizar a votação do reajuste do piso regional. A correção do mínimo regional foi definido pelo Executivo no início deste ano, depois de a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Justiça e Direitos Humanos intermediar negociações entre centrais sindicais e entidades patronais.

Se for aprovado, o projeto vai elevar a menor faixa salarial do piso regional de R$ 1.103,66 para R$ 1.175,15; e a maior passaria de R$ 1.398,65 a R$ 1.489,24.

Um comentário:

Anônimo disse...

Para o povo migalhas. Para as zelites banquetes.