Onyx já está no STF para encaminhar defesa antecipada no caso da Lista da Odebrecht

Os advogados Adão Paiani e Roberta Faraco estão neste momento no STF, tudo para requerer e retirar ainda hoje os autos do pedido de inquérito formulados pela PGR em relação ao deputado Onyx Lorenzoni.

Onyx está furioso com a inclusão do seu nome entre os beneficiados pela Odebrecht no caso de Caixa 2 (R$ 175 mil para campanha de 2006).

Ele decidiu antecipar sua defesa e abrir sigilos fiscal, bancário e postal de tantos anos quanto seja necessário para a elucidação do caso.

Onyx foi apelidado de "inimigo" na planilha da Odebrecht.

CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o caso.