Lotes de transmissão de energia leiloados ontem somam investimento de R$ 12,7 bilhões até 2022. RS levou um dos lotes.

O leilão de transmissão de energia realizado ontem pela Aneel teve arrematados 31 dos 35 lotes oferecidos. Com isso, o governo espera que sejam realizados aportes de R$ 12,7 bilhões até agosto de 2022, sendo que o período de obras varia de 36 a 60 meses, com concessão de 30 anos a partir da assinatura do contrato. Os lotes não arrematados deverão fazer parte dos próximos leilões, conforme estimativa do governo. 

Importante ressaltar que a concorrência foi maior do que nos leilões anteriores, sendo que um dos lotes teve disputa de 15 concessionárias. 

Por fim, o governo anunciou três novos leilões de linhas de transmissão, sendo que dois deles ocorrerão no 2º semestre deste ano, com investimentos de R$ 13,2 bilhões, e outro será em 2018, com aportes de R$ 5,3 bilhões. 

RS: Lote 10
A Sterlite Power Grid Ventures conquistou o lote 10 do leilão de transmissão, ao oferecer um deságio 58,86%, ou R$ 34,532 milhões pelo projeto, frente o valor máximo estabelecido pela Aneel de R$ 83.956.380,00. O Lote 10 é composto por empreendimentos a serem construídos no estado do Rio Grande do Sul, como as linhas de transmissão de 230 kV Garibaldi - Lajeado 3, com 47 quilômetros; Lajeado 2 - Lajeado 3, com 16,4 quilômetros, e Candiota 2 - Bagé 2, com 49 quilômetros; além das subestações Vinhedos e Lajeado 3 e do trecho de linha entre a subestação Vinhedos e o seccionamento da linha de transmissão Monte Claro - Garibaldi, com 2 quilômetros.Os investimentos são estimados em R$ 395,28 milhões. A entrada em operação comercial está prevista para agosto de 2022.

Um comentário:

drzeferino disse...

OI Polibio. Bom dia.
Adoro aquele cavalinho que aparece em segundo plano no seu canal do Youtube.
Quando voce tiver um tempinho para questões mais amenas, fale um pouco sobre ele. Obrigado.