Grevistas aderiram à greve e contrataram terceirizados para depredar

Tirada bem humorada do deputado Betinbho Gomes, PSDB de Pernambuco, sobre a greve de sexta-feira:

- A greve foi tão bem, que até os grevistas aderiram. Coube, então, aos terceirizados dos organizadores irem às ruas tocar fogo.

O prefeito de SP, João Doria, disse que a CUT e a Força Sindical pagaram, R$ 100,00 por cada terceirizado, mais sanduíche de mortadela.

Em Porto Alegre, como a adesão foi baixíssima (a paralisação de ônibus mascarou a greve), os atos de violência não alcançaram a dimensão do que ocorreu no Rio e São Paulo, mas as lojas do centro foram ameaçadas por sindicalistas e obrigadas a fechar as portas. Em muitas delas, câmeras registraram imagens dos bandidos e o Sindilojas pode agir.

10 comentários:

Anônimo disse...

A esquerda doente finalmente perdeu a máscara, agora já sabemos de seus reais objetivos!

Anônimo disse...

Você está em: Capa / Últimas Notícias / Política / Marchezan reconhece impacto da greve geral e ameaça privatizar a Carris como represália
Marchezan reconhece impacto da greve geral e ameaça privatizar a Carris como represália
Publicado em: abril 29, 2017


0Share
437Share
Tweet
0Share
Da Redação

Apesar de o governo federal ter tentado narrar fracasso da Greve Geral contra as reformas trabalhista e da Previdência, veio do prefeito de Porto Alegre uma das principais confirmações sobre o impacto das mobilizações desta sexta-feira (28). Em seu Facebook oficial, Nelson Marchezan Jr. destacou que 60% dos trabalhadores do comércio “faltaram” ao trabalho e que 75% dos estabelecimentos registraram queda no movimento. “A greve de hoje afetou negativamente o comércio”, disse o prefeito.

Anônimo disse...

#BrasilEmGreve conquistou a rede

E bateu as hashtags anti-greve!

Anônimo disse...

Passei,na 6a. Feira à tarde,por 2 agências bancárias contíguas, uma do BRADESCO, outra do Itaú. Em cada uma delas havia as tradicionais mesmas faixas: "Bancários na luta", e as bandeiras da CUT. Guardando os nobres estandartes havia -duas em cada agência- manifestanres terceirizadas. Tenho certeza de que as chiques, perfumadas e sofisticadas funcionárias desses bancos vissem a estampa de quem se está passando por elas, teriam 3 chiliques em salva.

Façanha, o advogado do povo disse...

BABACAS QUE NÃO TÊM VOTOS...VÃO PARA BOSTON...

Anônimo disse...

Só mesmo colunistas desprovidos de raciocínio ou mal intencionados, como o pelego tucano Reinaldo Azevedo, pra afirmar que quem se sentiu na obrigação de ir trabalhar com medo de perder seu emprego nessa crise, foi porque concorda com as reformas da quadrilha do temer e do congresso!

Anônimo disse...

Para 70% das empresas de SP, reforma trabalhista não incentivará contratações. Pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) mostra que apenas 22,2% dos empresários paulistas acreditam que a reforma trabalhista incentiva muito a ampliar os investimentos e as contratações de empregados; a maioria dos empresários considera que as mudanças não trarão grandes incentivos.

Anônimo disse...

Para esses animais da esquerda entenderem greve nasce da necessidade tipo....pra tirarem os corruptos todos foram as ruas nos finais de semana sem baderna e conseguiram seus objetivos...a greve dos bandidos é sob ameaças.

Anônimo disse...

O editor prossegue até agora na fracassada tentativa de desqualificar a greve. Porém quem esteve no centro de Porto Alegre no dia 28/04/2017 presenciou uma cidade fantasma. O editor está chamando seus leitores de burros. Prossiga com esta estratégia editor, talvez assim eles acordem (ou não).

Anônimo disse...

Não incentivará contratações,mas de uma coisa temos certeza:
Diminuirá e bastante,a indústria da ação trabalhista contra quem trabalha pra produzir mercadorias e empregos.
A CLT matou milhares de empregos.Fechou muitas fábricas.Condenou centenas de empreendedores.
Por isso creio firmemente que a reforma na lei incentivará criação de empregos.Pois se o reclamante perder,pagará as custas do processo.
Logo,o vagabundo vai contar até dez antes de ingressar.
E o advogadinho dele também.