Artigo, Fernão Lara Mesquita, Estadão - Feche os ouvidos! Abra os olhos!

CLIQUE AQUI para ler o texto integral.

É meio como a coisa dos assassinatos depois que passaram a ser filmados nas ruas. A gente sabe como as pessoas se matam desde Caim e Abel. Mas ver isso ao vivo é sempre muito chocante. Assistir às autópsias, então, faz a maioria das pessoas passarem a “raciocinar” com o estômago.


É o ponto em que estamos. Às vezes revolta, às vezes abre um ôco na alma ir à minucia de cada queda delatada, mas novidade mesmo não ha. Sempre foi essa a regra do jogo e ela sempre foi clara. A coisa chegou onde chegou porque nos ultimos 30 anos ninguém, eleitor ou, principalmente, autoridade judiciária, jamais cobrou sua aplicação

3 comentários:

Mordaz disse...

Eleitor? Este não tem poder nenhum. Nem o referendo do desarmamento, que disse não, foi acatado. Eleições são uma farsa. Depois de eleito os potentados se lixam para o eleitor e contribuinte. Basta ver a reforma da previdência não discutida e assessorada por banqueiros.

Anônimo disse...

CHEGOU ONDE CHEGOU PELA COVARDIA DOS QUE SE DIZEM GAÚCHOS... SOU DA FRONTEIRA OESTE E AQUI NÃO TEM ESSA HISTÓRIA, AQUI BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO, E SE O BANDIDO É PRESO VAMOS ATRAS DA FAMÍLIA. URUGUAIANA A VERDADEIRA CIDADE GAÚCHA. AQUI VIVEMOS EM PAZ

Unknown disse...

Repito mais uma vez: "BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO"!!!
E os políticos estão chegando lá...