domingo, 5 de março de 2017

Silêncio sepulcral sobre o assassinato de Masahiro Atori

É sepulcral o silêncio das autoridades gaúchas da segurança pública em relação ao assassinato brutal do doutorando de física Masahiro Atori.

E das demais autoridades do andar de cima.

Até quando ?

22 comentários:

Anônimo disse...

MARIA DO ROSÁRIO, PEDRO RUAS, MANUELA DA VILA, JANE,TE, MALCHIONA, LUCIANTA DO BONFA; ESTAS COMUNISTAS ILUSTRES QUEREM MAIS QUE O CIRCO PEGUE FOGO, QUE MORRAM ESTUDANTES DA CLASSE MÉDIA, QUE AUMENTE A VIOLÊNCIA, QUE A POLÍCIA MATE E SEJA DESTRUÍDA, QUE AS CADEIAS SEJA, ABERTAS, QUE OS BANDIDOS VOTEM NA ESCUMULHA QUE FAZEM PARTE!

Anônimo disse...

Cadê os protetores de bandidos dos direitos dos manos, Maria louca do Rosário e os apedeutas da OAB?

Anônimo disse...


RETORNO A DIZER. CONSIDERANDO QUE ATUALMENTE OS POLÍTICOS E GOVERNANTES ESTÃO COM EXTREMA DIFICULDADE DE ACHAR QUEM OS FINANCIE, O PESSOAL DO CRIME ORGANIZADO ( TRAFICANTES, CONTRABANDISTAS, ETC.) PODEM ESTAR OFERECENDO DINHEIRO GROSSO.
E, POR ISSO, O SILÊNCIO, A INAÇÃO,...

A CRIMINALIDADE DEVE ESTAR FINANCIANDO CAMPANHAS EM TROCA DE DEIXAR TUDO COMO ESTÁ, OU ATÉ PIORAR.

Anônimo disse...


NENHUM POLÍTICO, GOVERNANTE, JURISTA, ETC. PROPÕE ALGO EM DEFESA DA SOCIEDADE.

CREIO QUE A CRIMINALIDADE ESTÁ BANCANDO ESSA GENTE.

Anônimo disse...


EXISTE CIDADE COM COMUNIDADE DOMINADA PELO TRÁFICO PESADO, ONDE A POLÍCIA SÓ TEM ORDEM DE INVESTIGAR OU ENTRAR COM ORDEM SUPERIOR ( ALTO ESCALÃO DE GOVERNO ).

OU SEJA, O TRÁFICO BANCANDO GOVERNANTES.

Anônimo disse...


NO BRASIL INTEIRO NÃO SE VÊ ATITUDE ALGUMA PARA COIBIR ESSA VIOLÊNCIA.

EXISTE, SIM, MOVIMENTOS FORTES PARA LIBERAÇÃO DE DROGAS, JOGOS, E OUTRAS COISAS MAIS.

JÁ NÃO SE TRATA MAIS DE SUSPEIÇÃO, SÃO FATOS.

Anônimo disse...

Eles estao ocupados em resorts chiques no litoral, tomando champanhe com "modelos" e "acompanhantes". O pobre rapaz e' so' mais um otario para essa gentalha que protege bandidos e ignora os pagadores de impostos que bovinamente sustentam essa escumalha.

Anônimo disse...


O mesmo silencio do Polenta.

Políticos safados e pilantras, quando encurralados pelos eleitores, ficam bem quietinhos, depois ressurgem alegando nada saberem.

Com o RS governado por incompetentes amigos do Rey, e tendo à frente da pasta da segurança um politico de igual calibre, não é estranho este silencio.

Vão alegar o que?

As providencias só serão tomadas, quando os políticos começarem a morrerem, isto é quando não forem dizimados por eles mesmos, mas sim pelas mãos da concorrência.





Anônimo disse...

Até quando?
Quando assassinarem um deles.
Porque o cidadão comum para eles, não vale nada.

Anônimo disse...



Autoridades?

Alguém ainda acredita no que eles dizem?

Pura enrolação, assim como as promessas de campanha, e outras feitas no decorrer destes dois anos e dois meses do desgoverno do RS.

APERTEM OS CINTOS, não porque não tem mais dinheiro, mas sim porque O GOVERNO SUMIU.

Anônimo disse...




Até quando?

Enquanto durar este governo, que passados mais de 2 anos ainda não disse à que veio e nada fez, faz ou fará pela segurança dos gaúchos.

Anônimo disse...

As "autoridades do andar de cima" estão esperando pelos criminosos em suas gaiolas de ouro!

Ernani Mottin disse...

Nem a habitual e didática divulgação do 'modus operandi' do criminoso foi divulgada pela RBS???
Assim não dá... vocês estão negligenciando na formação de novos assassinos!!!
Plim plim...

Magno disse...

Assim como é sepulcral o silêncio sobre o "suicídio" de Plínio Zalewski!!!

Anônimo disse...

Tem que acabar com o estatuto do desarmamento do trabalhador.

visionst3 disse...

olha só nada se ouviu da Jamete Machona, nem da Manola Davila, ma que coisa hem?

visionst3 disse...

porque ao inves de chorar feito vadias vcs nao organiza a marcha do armamento ?

Anônimo disse...

Marcha do desarmamento já!
Por que não acontece?
A quem interesssa o desarmamento?
Deve interessar a todos os politicos pois ninguém entra com um projeto de lei e ninguém (político) pede apoio da sociedade.

Anônimo disse...

Todos esses casos devem ser muito bem divulgados próximo as eleições para que o povo tenha conciencia e não deixe cair no esquecimento, todos que sempre defenderam os direitos dos bandidow devem assumir suas responsabilidades sobre escolhas contra a sociedade ordeira e trabalhdora.

Anônimo disse...

Para que a violência acabe no estado,algum cidadão com boa pontaria poderia acertar a cabeça do Sartori para que cessem as mortes dos gaúchos.

Melhor,matem os dois,Schirmer é genocida em Santa Maria!estes vermes estão destruindo o Rio Grande do Sul.

Para quê judiciário ou impeachment,uma bala anônima pode fazer o serviço,rápido e limpo!

já pensaram,os parentes destes lixos chorando e o crime,termina!

Anônimo disse...

Nao adianta chorar o leite derramado, esterilizem o pessoal nas favelas hoje que daqui a 15 16 anos os indices de criminalidade vao baixar uma barbaridade. Impedir os marginais de nascerem e' a solucao mais eficiente, barata e limpa para lidar com essa guerra civil onde apenas um lado possui tombados.

christine knack disse...

O problema está enraizado em nossa sociedade a muito tempo. A questão da Violência não é atual. Mas agora saiu da periferia e atingiu todas as classes sociais. A criminalidade está profundamente ligada às drogas.. ao tráfico, a dependência. Nao basta uma política de combate ao crime. Não temos uma política de reestruturação das camadas mais pobres da população. Enquanto não houver educação, emprego, saúde, a tendência é piorar a situação atual. De que adianta trancafiar pessoas que cometem delitos?  Qual é a função da reprimenda: reeducar, ressocializar, inserir o preso no convívio em sociedade. Mas como fazer isso com nossa estrutura carcerária; Nossos presídios são depósitos de seres humanos, sem nenhuma possibilidade de reinserção.  Os detentos passam os dias na ociosidade, sem nada que os ajudem ou recuperem. Pelo contrário;cadeias são escolas para novos crimes.O código penal brasileiro é arcaico. Em nada condiz com a realidade. Enquanto as leis não mudarem, e a mentalidade dos nossos governantes e da sociedade pacata não tomarem uma atitude radical, ficaremos a mercê de desta criminalidade assombrosa.