Sartori manda demitir vice-presidente e diretor do Badesul

O governador Ivo Sartori mandou o Badesul demitir seu vice-presidente,m Pery Sperotto, PDT, e Luiz Alberto Bairros, presidente do Conselho Fiscal, PSB, listados entre os responsáveis pelos contratos com Wind Power e Iesa.

Os demais empregados do banco listados pela PGE na sindicância sobre calotes ocorridos durante o governo Tarso Genro, também serão demitidos.

10 comentários:

Anônimo disse...

AGORA TA DANDO UMA DE GAUCHO MACHO , ISSO AI SARTORI , VAMOS LIMPAR AS ENTIDADES...

Anônimo disse...

Já vão tarde.

Anônimo disse...

Pegaram os caras errados!

Tem de pegar os caras nomeados pelo genro!

Unknown disse...

Demorô!!!

Anônimo disse...

De que adianta um quadro com presidente e vice presidente do Badesul, alem de diretores, conselheiros e técnicos concursados, se quem decide a liberação dos empréstimos é o governador. De que adianta todo conhecimento de finanças e análise de riscos se os interesses políticos são os que prevalecem. Fico imaginando ainda que outras vantagens ocultas foram negociadas na liberação destes empréstimos.

Anônimo disse...

Pergunto aos petralhas ladrões do dinheiro público, qual ou quais benefícios o governo do atraso genro, deixou como marca do seu desgoverno....????

Anônimo disse...

Aposentadoria compulsória.

Justiniano disse...


Mas pensei que já tinham varrido esses lixos humanos para fora do governo.

Anônimo disse...

Petralha, por definição, só deixa MALEFÍCIO.

Anônimo disse...

Pois o investigador estava lá dentro do governo também !

Fez o quê ??

Deve ser uma baita divergência política dentro dessa PGE.

A PGE integra o gabinete do governador e agora vai ser investigante ??!!

E quem investiga o investigante ?