Greve política do Cpers já dura nove dias

Mesmo com adesão pífia, o Cpers emplaca nono dia de greve política no RS.

5 comentários:

Anônimo disse...

O Sul prossegue em desabalada carreira rumo ao fundo do poco. Triste, um estado sendo comandado por insensatos como essas professorzinhas do CPERGS.

Anônimo disse...

QUE GREVE? ORA, o ensino No RGS acabou!

Anônimo disse...

Os professores já se igualaram aos políticos e a justiça, perderam completamente a moral. São sanguessugas, covardes!!

Anônimo disse...

Se o governador fosse macho, cortava o salário dessa corja que quer ganhar sem trabalhar. Mas pensando bem, enquanto eles não dão aulas os nossos estudantes se recuperam das idiotices que eles enseinam.

Justiniano disse...


A situação da educação pública no RS é que nem rabo de cavalo só cresce para baixo.

Colégios públicos se salva o colégio militar Tiradentes e pará por aí. Não sei como está o Parobé que já foi de excelência.

Depois não sabem porque ano a ano o numero de alunos nas escolas públicas cai. Quem tem juízo e dinheiro estuda em colégio particular.

O mais ridículo é que tem cara do CEPRGS e da CUT que tem os filhos em escola particular e com bolsa (estes seguem na toda da finada Marisa: quero um futuro melhor pros meus filhos, quando ganhou cidadania italiana).