Porto Alegre Cidade Aberta - Coronel da Brigada é baleado no peito por ladrões de Porto Alegre

Sem policiamento ostensivo nas ruas, cidadãos gaúchos continuam sendo caçados implacavelmente nas ruas, roubados e assassinados.

Foi ontem a noite, 19h15min, na rua Ernesto da Fontoura 1144, bairro São Geraldo, quando o coronel Carlos Roberto Amador desembarcava do carro. Os ladrões tentaram levar o veículo, o coronel sacou a pistola para reagir e foi baleado no peito. Ele foi conduzido para o HPS. A bala dos bandidos alojou-se no pulmão.

O coronel Carlos Amador foi chefe da segurança do Tribunal de Justiça.

O carro não foi roubado.

10 comentários:

Anônimo disse...

Opa....quem sabe agora que começaram a matar policiais alguém faça alguma coisa.
Antes de melhorar vai piorar....e muito

Anônimo disse...

Em São Paulo um policial civil ao sair de uma casa de câmbio foi abordado por um bandido, o policial reagiu e mandou o bandido morar com o caPTa.Os doi comparsas do bandido que estavam em duas motos fugiram.

Anônimo disse...



A violência é democrática, como diz o apresentador Mota.

Mas ultimamente está chegando as camadas mais altas da sociedade, talvez daí em diante, as autoridades comecem a se mexerem pressionadas por quem tem poder e os amadores colocados pelo Polenta na Secretaria da Segurança, sejam rapidamente substituídos por quem é da área.

U dos fatores que poderiam agilizar a medida, foi colocado de lado pelo governo.
O fato do congelamento da votação dos projetos maléficos do Polenta, algo que não tem consenso entre os secretários que saltariam fora do barco, isto iriam oxigenar o governo com a troca dos asseclas mais próximos. Mas até isto o Polenta deixou de lado, está esperando que o governo federal tome as medidas.

Enquanto isto numa politica de quanto pior o cenário, melhor seria para aprovar os projetos inúteis e demagógicos, assim o povo segue morrendo e o Polenta empurrando com a barriga a solução do problema.



Anônimo disse...

coronel, general, almirante, brigadeiro, enfim, esses tipos, geralmente, nao atiram com a pistola ha anos...

o cargo que ocupam os obriga a ficarem no serviço burocratico diario...

um coronel destreinado, nao sei se foi esse o caso, é quase como um cidadão comum sacando uma arma para atirar num criminoso, que pela pratica diaria da bandidagem, tem, infelizmente, mais agilidade na hora de sacar e puxar o gatilho...

Anônimo disse...

A estatística é simples e dura:

- Mais de 95% das pessoas que reagem a assaltos acabam mortas.

Ter uma arma pode te dar a impressão de que vce é o fodão, ou que o seu pênis é maior do que o cara à sua frente, mas é só isso, ilusão.

Unknown disse...

Inferno de Dante(Marcola)... cada vez pior!!!

Anônimo disse...

Tem muito Coronel no RS....os gauchos merecem o socialismo...os ladrões só querem expropriar aqueles que ganham bem...são desempregados, pobres e não tiveram uma infancia confortável...

Anônimo disse...

Eu não conheço este que morreu, mas o secretário do governo de voces não disse que somente morriam bandidos?

Anônimo disse...

Então não podemos exercer legitimamente o direto de defesa amigo? Não podemos reagir? Já ouviu falar de livre arbítrio nas decisões pessoais?

Anônimo disse...

Ao anônimo das 11:46

Cada um pode escolher o que quiser, só não se esqueça da sua família, que te quer VIVO.

É o que se faz todo dia, chegar vivo em casa.

Bem melhor do que tentar uma demonstração de (falso) heroísmo, por conta de um punhado de $$$ em forma de carro.