Dos R$ 150 milhões dados para Dilma, R$ 50 milhões foram por contrapartidas, diz Marcelo Odebrecht no TSE

CLIQUE AQUI para saber com,o Guido Mantega negociou propina em troca do Refis da Crise. A niota também é de O Antagonista.

CLIQUE AQUI para ler, também "Dilma sabia de tudo.

O blog O Antagonista começou pouco depois do meio dia a edição de pelo menos sete posts devastadores sobre o depoimento do empreiteiro Marcelo Odebrecht no TSE, tudo por conta do  processo que pede a cassação da chapa liderada por Dilma Roussef.

Houve vazamento em favor de O Antagonista.

O que ele disse ao ministro Herman Benjamin, é parte do que ele e seus colegas diretores e controladores do grupo delataram na PGR, que está agora com o ministro Fachin para que autorize aberturas de investigações para punições.

O texto ao lado é do próprio depoimento.

No depoimento a Herman Benjamin, obtido com exclusividade por O Antagonista, Marcelo Odebrecht detalha o pagamento de R$ 150 milhões para a campanha de Dilma Rousseff.

Ele explica que, do valor, R$ 50 milhões eram uma "contrapartida específica", de um tema de 2009:

- Em 2009, houve, de fato, para esse caso, uma contrapartida específica para a aprovação de um projeto de lei que atendia a várias empresas. E esses cinquenta milhões vieram com um pedido para a campanha de dois mil e dez. Só que acabou não indo para a campanha de 2010, não sendo utilizado na campanha de 2010, e acabou sendo utilizando na campanha de dois mil e quatorze."

2 comentários:

Mordaz disse...

Ué? Vazamento do TSE do Ministro Gilmar Mendes?

Anônimo disse...

Dessa vez o guido vai ver o sol nascer quadrado.