quarta-feira, 15 de março de 2017

Cpers inicia outra greve política no RS

O Cpers decidiu fazer greve em todas as escolas públicas estaduais do RS. O governo Sartori garantiu que todas as escolas abrirão.

A greve é política, portanto ilegal.

8 comentários:

Anônimo disse...

Sou contra o cpergs, mas hoje vou aderir à paralisação, pois esta é contra a reforma da previdência. Só quem ainda não analisou o que ela propõe, consegue achar que ela não é a PEC da Morte! Temer está cavando sua própria sepultura e os deputados que votarem a favor desta reforma também.

Anônimo disse...

Que escumalha mais lixo esse CPERGS.........

SE ACHAM RUIM VÃO PARA CUBA........

Jana Oliveira disse...

Ilegal? Receber o salário à conta gotas é o que?

Anônimo disse...

OS COMUNISTAS,SINDICALISTAS E MILITANTES DE PLANTÃO ESTÃO COM A VIDA GANHA..

FAZER GREVE VIROU TRADIÇÃO NO CPERS, AI OS COMUNISTAS DOS PARTIDOS E SINDICATOS SE PERGUNTAM, QUAL A BAGUNÇA PARA MARÇO??? VAMOS PROGRAMAR UMA GREVE....FEITOOO ....E A BURRICE DOS ESTUDANTES SÓ AUMENTA....E O ESTADO VAI SE TORNANDO UMA VENEZUELA...FEITOOO...

Anônimo disse...

Quanto mais o CEPErs faz greve, mais a iniciativa privada agradece !

Pois as escolas particulares estão crescendo graças a esses "professores" teleguiados pela CUT Trotskista que odeiam o mercado mas fazem ele faturar alto !

Obrigado Cepers, greve até a vitória... sempre !

Anônimo disse...

JANA DAS 08:55

ILEGAL É 24,3 MILHÕES DE DESEMPREGADOS...SOFRENDO, MISÉRIA,SEM SALARIO, CRISE...CRISE SOMENTE PARA INICIATIVA PRIVADA.

VOCÊS DO SERVIÇO PUBLICO..RECEBEM O SALARIO PARCELADO,,, MAS TODO ELE DENTRO DO MÊS...QUE PROBLEMA .....QUE LOUCURA...MAL ACOSTUMADOS....

TEU SINDICATO E PARTIDOS DE ESQUERDA, AQUELAS DAS GALERIAS DA ASSEMBLÉIA,AJUDOU A QUEBRAR O RS....QUEREM MAIS O QUE...

Anônimo disse...

A única saída para as crianças gaúchas terem aula normalmente por 4 anos, é eleger em 2018, outro governador da quadrilha de assaltantes do dinheiro público, a famosa ORCRIM. Com a ORCRIM governando o Rio Grande, o CPERGS fica quieto, não vê motivos para fazer greve, aí as crianças gaúchas agradecem.

Anônimo disse...

Tem alguma pesquisa para saber se os Lideres desses movimentos estudam em Escolas Públicas?