Anatel nega que vá cassar licença de telefonia fixa da Oi

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, negou nesta quinta-feira, a informação publicada pela coluna do Estadão, de Andreza Matais e Marcelo de Moraes, de que a Anatel estaria prestes a dar início ao processo de cassação da licença de telefonia fixa da Oi, por “falta de capacidade de investimento”.


Conforme a assessoria da agência, o “presidente Juarez Quadros disse que a informação não procede. A Anatel não confirma as informações contantes na matéria do Estadão”.

A companhia, que investiu mais de R$ 4,7 bilhões no Brasil em 2016, entregou nesta semana à 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro o novo plano de recuperação judicial. Segundo a Oi, o novo plano foi pensado não apenas para atender a necessidade de quitação das dívidas, mas também para garantir que a empresa continue a operar de forma sustentável.