Anatel nega que vá cassar licença de telefonia fixa da Oi

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, negou nesta quinta-feira, a informação publicada pela coluna do Estadão, de Andreza Matais e Marcelo de Moraes, de que a Anatel estaria prestes a dar início ao processo de cassação da licença de telefonia fixa da Oi, por “falta de capacidade de investimento”.


Conforme a assessoria da agência, o “presidente Juarez Quadros disse que a informação não procede. A Anatel não confirma as informações contantes na matéria do Estadão”.

A companhia, que investiu mais de R$ 4,7 bilhões no Brasil em 2016, entregou nesta semana à 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro o novo plano de recuperação judicial. Segundo a Oi, o novo plano foi pensado não apenas para atender a necessidade de quitação das dívidas, mas também para garantir que a empresa continue a operar de forma sustentável.

6 comentários:

Anônimo disse...

O péssimo serviço que a empresa presta (campeã de demandas em juizados especiais a ponto de ter sala disponibilizada dentro do fórum para resolver questões) não é motivo para cassar a licença, mas faltou dinheiro para investir (e comprar facilidades) sim. Será que temos solução?

Anônimo disse...

Tem que privatizar essa OI ,epa, já é privada,então vai voltar pra ser mãos do governo e nós vamos pagar essa conta duas vezes. chega de privatização, aqui no Brasil não dá certo.

Anônimo disse...

MENTIRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!
DUVIDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO DÁ NADA!
NÃO DÁ NADA!
NÃO DÁ NADA!

Anônimo disse...

São as belas privatizações feitas no Estado. As privatizações são necessárias, mas infelizmente interesses, nem sempre públicos, fazem com que tornem-se verdadeiras bombas. É o caso da Oi, na mal-feita privatização do Governo Brito. Primeiro a péssima Brasil Telecom e depois a Oi.
Se queriam fazer as privatizações deveriam ter imposto metas para as operadoras e verificar as condições financeiras. A possibilidade de boa parte dos gaúchos ficar sem internet e telefonia fixa é iminente.

Anônimo disse...

Tenho Oi Total. Em dois locais. Não tenho queixa. Aliás fiz portabilidade de outras, que não prestavam. Já tive alguns problemas que foram prontamente resolvidos, sendo que moro em uma cidade do interior, próxima de Porto Alegre. Li ontem que a OI foi a empresa que mais cresce em TV por assinatura no RS, graças ao plano OI TOTAL. Pago hoje por quatro números de celular a metade do que pagava para outras operadoras. Ou seja, a OI tem feito o dever de casa para a recuperação judicial ter sucesso.

Anônimo disse...

O BRITO GARANTIU QUE PRIVATIZANDO A CRT TUDO FICARIA COMO NO PRIMEIRO MUNDO.

A SOLUÇÃO É VENDER PARA UMA ESTATAL CHINESA.