Análise - Mercado de trabalho melhora depois de 22 meses de queda bruta

O desemprego em massa foi a pior das heranças malditas do governo Dilma Roussef, PT, que produziu recessão inédita na história (9% de queda do PIB no acumulado de 2015 e 2016) e 13 milhões de desempregados.

O resultado interrompeu sequência de vinte e dois meses consecutivos de demissões líquidas.Foram gerados 35.612 postos de trabalho formais em fevereiro, conforme divulgado ontem pelo Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Setorialmente, serviços foram responsáveis pela maior criação de vagas, de cerca de 50 mil postos. Em contrapartida, comércio registrou saldo negativo de 22 mil vagas. Em termos dessazonalizados, o saldo foi negativo em 29 mil vagas, fazendo com que a média trimestral subisse de -78 mil para -55 mil entre janeiro e fevereiro. 

Novidade de hoje é a que se refere à indústria paulista, que cortou 3 mil vagas em fevereiro, bastante acima da redução de 13 mil postos no mesmo período do ano passado, segundo os dados divulgados hoje pela Fiesp/Ciesp. 

O fim do ajuste do mercado de trabalho se dará a partir do terceiro trimestre deste ano, segundo acreditam os economistas do Bradesco na sua newsletter desta manhã.

9 comentários:

Anônimo disse...

Kkkk onde isto?

Anônimo disse...

Só mídia para poderem aumentar impostos.

Publicar anúncios de emprego é uma coisa, empregar é bem outra.

Todos realmente alienados.

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKK ESTAMOS NA LUA...........

Anônimo disse...

Esses trabalhos forma temporários. O carnaval e o veraneio já terminaram. Onde nossa Maria Antonieta viu isso?

Anônimo disse...

Kkkkkkk absolutamente ridículo e falso!!!

Anônimo disse...


MÍDIA TENTA DAR UM SOPRO DE VIDA AO GOVERNO TEMER!!!!

Existe um esforço da mídia em projetar alguns números positivos pontuais, com a clara intenção de tentar melhorar a imagem do governo de Temer.

Na verdade o governo de Temer se esforça 24 horas por dia para salvar a pele de sua equipe. Talvez fosse mais fácil tentar fazer um acordo com Moro e permitir que todos utilizem tornozeleiras.

Mas se politicamente o governo de Temer está parado, em termos econômicos a situação também não é muito favorável. Os dois elefantes que sustentam seu governo, a reforma trabalhista e a reforma da previdência, não saem do lugar.


Lula demonstrou em seu comício na Paulista que está forte como nunca e tem munição suficiente para encarar a maratona da corrida presidencial de 2018.

Além das ruas, as pesquisas mostram que ele tem ótimas chances contra qualquer adversário.


Anônimo disse...

Kkkk acorda editor

Anônimo disse...

BOA, VAI LEVAR ANOS PRA CONCERTAR A M .QUE O PT FEZ EM 14 ANOS

Anônimo disse...

SIM, ATE A AGENCIA JA AUMENTOU A NOTA DO BRASIL, OS EMPREGOS ESTA VOLTANDO