Advogado gaúcho acha que ação da AMB contra Mendes pode resultar em Estado Judicial Fascista

O respeitado advogado gaúcho Edison Freitas de Siqueira não gostou da representação da AMB contra o ministro Gilmar Mendes. No Facebook do editor, ele fez o seguinte comentário:

Se a Policia (Federal) atender a este pedido dos Juízes, estará criado o Estado Judicial Fascista. - ou será que já não foi instituído ? Afinal o Poder Judiciário é o único que não está em crise. De onde vem e de quem é o dinheiro que usa o Poder Judiciário?


Estes recursos deveriam estar pagando dívidas que todos os governos tem com hospitais e salários atrasados na saúde e segurança!

Há controvérsia.

13 comentários:

Anônimo disse...

É bom verificar quantos processos este advogado tem contra ele e o porquê!

Anônimo disse...

Pode ter controvérsia mas que o Dr Siqueira tem razão isso tem !

Basta ler a Lei !!!

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp151.htm



Anônimo disse...

Estado Judicial Fascista?
Não há condições.
Isso tudo não passa de balela.
Faz tempo que Gilmar só diz besteiras,impróprias e descabidas.
Melhor resposta seria absoluta indiferença as suas declarações fajutas.

Emmanuel Carlos disse...

Não ... não ... o ministro foi além da conta! Revelou-se ...

Anônimo disse...

DÁ PRÁ ISPRICÁ MIÓ?

Anônimo disse...

Mesmo discurso da máfia petista travestido de juridiquês impoluto.
CANALHAS!!!!

Pablo Z

Anônimo disse...

Fala-se á boca miúda que Mendes é o principal motivo da aposentadoria da Presidente Carmem Lucia.

Anônimo disse...

O estado judicial fascista ou socialista (em minúsculo mesmo) iniciou em 2015 no Brasil, quando o stf (em minúsculo mesmo) solapou a Constituição, quebrou a cláusula pétrea e interferiu em outro poder, modificando o rito do impeachment.

Anônimo disse...

Impossível já vivemos em um estado bolivariano.

Anônimo disse...

Eu devo ser meio lerda...Não entendi o que ele disse. A AMB não é formada por Juízes? Juiz não é Poder Judiciário? Gilmar Mendes também não é Poder Judiciário? Então de quem ele está falando quando diz que vão instituir o Estado Judicial Fascista? E ele diz que o Poder Judiciário não está em crise? Cruzes! Achei um mais lerdo do que eu.

Anônimo disse...


Pode ter certeza que esse ministro não vai para o céu.

Ele tem muito a devolver...

Anônimo disse...

Nada disso, Gilmar quer holofotes, tá conseguindo.

Marco Antonio Felicio disse...

Fascismo e Leis Trabalhistas
=============================
Você sabia que a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho, decreto-lei nº 5.452) brasileira foi inspirada integralmente na Carta do Trabalho (Carta del Lavoro) fascista?
*
- Carteira de Trabalho (Carta del Lavoro);
- Adicional noturno;
- Férias remuneradas;
- Salário mínimo;
- Indenização por tempo de serviço;
- Seguro desemprego;
- Contratos coletivos;
- Auxílio doença ou por acidente de trabalho;
- Previdência social (Instituto Nacional Fascista de Previdência Social);
- Idade para aposentadoria;
- Descanso aos finais de semana;
- Jornada de trabalho definida (8hrs/dia, máxima de 40hrs semanais);
- Regularização dos sindicatos;
- Justiça do trabalho e processo trabalhista;
- Licença Maternidade;
- Parâmetros de justa causa;
- Período de experiência;
- Direito de falta ao trabalho para frequentar cursos profissionalizantes;
*
Se o trabalhador tem que ser grato a algo sobre seus direitos (dos quais a plutocracia dominante insiste em depredar e rebaixar todos os dias com leis e impostos cada dia mais pesados) é ao fascismo.
*
Fonte: Legislação fascista, livro ''O Estado Corporativo, Benito Mussolini''.