sexta-feira, 17 de março de 2017

A Brigada volta ao policiamento ostensivo em Porto Alegre

O jornal ao lado comemorou a volta do policiamento ostensivo.

É visível a presença de brigadianos de volta às ruas de Porto Alegre, inclusive no Largo Glênio Peres, na Praça da Alfândega e na avenida Borges de Medeiros, região mais central.


A presença da Brigada Militar em uma das regiões onde há grande circulação de pedestres diariamente, aumentou a sensação de segurança. 

400 policiais do interior passaram a reforçar a segurança na capital.

Além dos 400 brigadianos, também 120 homens da FNS estariam nas ruas, o que não é percebido por ninguém.

14 comentários:

Anônimo disse...

Pibo, pode colocar a noticia da BAND sobre o atraso na contratacao dos brigadianos aposentados pra policiar escolas. A BAND descobriu que o projeto tah parado desde AGOSTO e o secretario tem a cara de pau de pedir, na mesma entrevista, PACIENCIA!!!

Anônimo disse...

Este jornal sempre defendeu bandidos, chamando no máximo de ssuspeitos em suas manchetes. Este jornal está intimamente ligado as esquerdas. E agora comemora o fato da BM voltar ao centro?

Defensores de bandidos é o que são, agora que a coisa está mudando querem mudar de lado?

Anônimo disse...

O Espírito Santo é aqui!

Unknown disse...

Seria o retorno dos cedidos da Operação Golfinho???

Anônimo disse...

No bairro Petropolis , próximo da Nilo , da praça da Encol , os brigadianos não são vistos há mais de um mês .As pessoas que moram nessa área , não lembram sequer da cor da farda da Brigada .!!!

Anônimo disse...

estão comprando bolas de cristal para chegar antes dos crimes e farão contato com valter mercado.

Anônimo disse...

E o judiciário solta TODOS !!!!!!!!!!!!
Um morde e assopra.
Povo imbecil.

Luiz Oliveira disse...

Pergunta: por que o atual desgoverno do estado demorou tanto tempo para tomar alguma providência na área da segurança pública?

Anônimo disse...

Aqui na zona norte, tenho visto as viaturas da FNS em várias ocasiões. Na Sertório, Baltazar de Oliveira Garcia e Francisco Silveira Bitencourt. Felizmente diminuiu os tiroteios na vila Santa Fé e arredores.

Anônimo disse...

Sim enquanto isso é invisível a presença de brigadianos em Novo Hamburgo...
Não existe capital e sim Região metropolitana.
Joel

Anônimo disse...



Não são 400 homens, são exatos 348, convém averiguar os números anunciados.

Anônimo disse...

Um grupo de empresários portugueses lançou, no mercado , um APP, o SECURIS, que tem por objetivo alertar os turistas sobre áreas que ofereçam PERIGO. Em Porto Alegre, o APP quebraria em segundos, pois todas as áreas representam perigo, para turistas e moradores .!!!

Anônimo disse...

MOro em São Leopoldo em ontem para minha alegria e surpresa no meu bairo depois de alguns anos passaram brigadianos de moto (oito), espero que isso se torne rotina.

Anônimo disse...

AUMENTAR O NÚMERO DE POLICIAIS É SOMENTE UM PALIATIVO. COMO TODOS SABEM, QUE ENQUANTO OS BANDIDOS FOREM MANTIDOS FORA DAS PRISÕES NÃO HÁ SOLUÇÃO, POIS É IMPOSSÍVEL UM POLICIAMENTO DE 24 HORAS.