STF reabre trabalhos do ano. Temer não foi convidado para a sessão solene. Novo relator da Lava Jato poderá sair amanhã.

Abriu esta tarde o novo ano do STF. A presidente Cármen Lúcia resolveu fazer uma sessão apenas com membros da Corte, e do Ministério Público Federal.

O presidente Michel Temer e os presidentes Rodrigo Maia e Renan Calheiros não foram convidados.

O tema dominante, hoje, no STF, é o da escolha do relator da Lava Jato, que ganhou novo empuxe depois que o ministro Luiz Edson Fachin decidiu pedir transferência da 1a. pasra a 2a. turma, justamente a turma que escolherá o substituto de Teori Zavaschi.

A escolha do novo relator poderá ser transferida para amanhã.