quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Saída iminente do PDT da base aliada faz Sartori apertar o cerco sobre o PTB

A posição do deputado Enio Bacci de sair imediatamente do governo Sartori não é majoritária dentro do PDT.

O PDT tem sete deputados e sua presença na base aliada é decisiva para a votação de PECs (Propostas de Emendas Constitucionais) que exigem 2/3 dos votos da Assembléia, mas o Partido nem sempre vota com o governo.

As ameaças de deputados trabalhistas como Bacci, levaram o governo a acelerar articulações com o PTB. O próprio governador Sartori tem mantido reuniões com líderes do Partido.

O PTB, que mantém posição independente, tem cinco deputados.

5 comentários:

Anônimo disse...




Trabalhistas??

Podem ser de tudo, menos trabalhistas.

Deputado dito "trabalhista" e que vota contra o trabalhador, é traidor.

Não passam de um bando de pilantras, interessados apenas em garantir cargos para os seus asseclas.

E o Polenta está distribuindo estes cargos, à quem votar a favor de seus projetos.





Anônimo disse...

O Sartori precisa renovar mesmo,,,,
ou não faz nada.

Anônimo disse...

Esse Deputadinho Enio Bacci é dado a faniquitos e rabanadas, sempre com o objetivo de aparecer em notícias de jornais e redes sociais. Trabalho mesmo, que seria bom, nada a apresentar ...

Alex martims disse...

Nao é 2/3 e sim 3/5. Até quando vão errar essa conta?2/3 da 36 e sao 3/5, pois sao 33 votos necessarios. Mesmo assim obgoverno nao tem.

Anônimo disse...

O analfabeto do porriburro não sabe