terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Reforço da Força Nacional de Segurança não chegará a Porto Alegre nesta quarta

O reforço de 129 agentes da Força Nacional de Segurança previsto para chegar nesta quarta-feira a Porto Alegre foi adiado.

A Secretaria da Segurança Pública do RS divulgou agora há pouco que, devido à situação no Espírito Santo, onde ainda há paralisações parciais de policiais militares, o Ministério da Justiça terá de aguardar uma definição para então enviar o efetivo para o RS.

3 comentários:

Anônimo disse...

E os nossos deputados, calados? Claro cada um tem um segurança a seu dispor. Bando de calhordas.
Joel

Gustavo disse...

a guarda pretoriana não vem?

Anônimo disse...



Falácias do Temer e do Polenta caíram por terra, o país não tem como enfrentar as manifestações das PMs.
Tanto que ambos colocaram as barbas de molho, com relação as medidas contra a categoria aqui no RS.

Isto já tinha sido avisado aqui. O efetivo da FNSP é muito pequeno, as Forças Armadas não tem o preparo e nem o conhecimento, necessários para a função, por mais que e esforcem. Além do que o alto comando não tem o menor interesse em descascar este abacaxi, criado por políticos incompetentes e não raro corruptos.

A segurança pública não é um bicho-de-sete-cabeças, basta fazer investimento em instalações, equipamentos e contratação de pessoal. Que a coisa anda por si só. Não precisa ter muito luxo, eles se viram como podem, até mesmo quando o estado falta no reparo dos prédios, viaturas e combustível. Agora, só não brinquem com esta gente, por que aí o bicho vai pegar, menos ainda, se não tiver culhão para segurar o rojão que virá. Paguem os homens em dia, com um salário decente, nada de salários estratosféricos, mas que deem um minimo de dignidade a quem faz um juramento de cumprir a sua tarefa mesmo com o risco da própria vida.