Prefeitura promete acabar com a “selva” que virou Porto Alegre. Mas só no final de março.

Diante das muitas reclamações dos porto-alegrenses, de que a cidade está se tornando uma pequena “selva” com a paralisação da capina das ruas e praças, há mais de um mês, a prefeitura de Porto Alegre publicou no Diário Oficial de hoje, edital de contrato emergencial para selecionar a empresa que retomará o serviço.

O contrato prevê 8,5 mil quilômetros de capina para a empresa realizar em seis meses e, se não houver imprevistos, a capina deve voltar a ser feita no final de março.

5 comentários:

Anônimo disse...


Não esquecer que Marquesan fez da segurança seu principal cavalo de batalha na campanha.
E a coisa está cada vez pior.
Só nas imediações do Zaffari Higienópolis foram 2 assaltos hoje, com furto de dinheiro, cartões e documentos.....

Anônimo disse...

Quando li selva que virou Porto Alegre, pensei, o prefeito vai pedir que o exército patrulhe a cidade!
Uns marinhos são o menor dos nossos problemas.
Eles deveriam por no edital que podem atrasar ou até mesmo não pagar o contrato, como fazem com a atual para chegar nesta situação.

Anônimo disse...

Para quem aguentou os últimos 28 anos de descalabros absurdos, mais um mês e meio não é nada. Se Marchezan fizer 10% do que quer fazer, voltaremos a ter uma cidade decente e retomar para as pessoas decentes, a cidade que os VIVOS usurparam delas!

Roberto disse...

E aquela picaretagem das calçadas? Até hoje as calçadas estão uma porcaria, com árvores prontas para desabar no próximo temporal, VERIFIQUE A FARRAPOS, bem em frente à PORTO ALEGRE CLÍNICAS. Aquela árvore é um desrespeito aos pedestres, pois ocupa 90% da calçada onde passam os doentes que vão se consultar na POA Clínicas do saudoso Dr. ALEXANDRE DIAMANTE.

Anônimo disse...

Porque não usar os quase 800 CCs para fazer a capina??? Seria bom para a cidade...E explicaria o porquê desse número absurdo de comissionados na prefeitura.