Ministérios Públicos Federal e Estadual cobram medidas do governo para o Presídio Central

O Ministério Público do RS e o Ministério Público Federal decidiram, juntos, a entrar com uma ação na Justiça pedindo a remoção de integrantes de facções do Presídio Central de Porto Alegre.

Na alegação, esses grupos criminosos controlam 70% do presídio, o que contribui para o aumento dos índices de violência fora das unidades prisionais.

Além do remanejamento de presos, as promotorias exigem que o governo do Estado destine R$ 45 milhões ao Central.

3 comentários:

Anônimo disse...



É muita papelada, politicagem, bravatas e pouca ação.

Já está mais do que provado que na área da segurança pública, não adiantam "planos" e discurso politico, TEM QUE AGIR.

É o minimo que o estado deve fazer, CHEGA DE LOROTAS.





Anônimo disse...

Com verbas do riquíssimo MP?

Anônimo disse...

E os pobres decentes e principalmente os pobres brancos que nem cotas tem, onde ficam? O MP é a favor deste apartheid legal e imoral?