Marcelo Odebrecht passa mal e é internado em Curitiba

O empresário Marcelo Odebrecht passou por uma bateria de exames em um hospital particular de Curitiba, no Paraná, na última sexta-feira. De acordo com fontes ouvidas pela revista VEJA, o ex-presidente da construtora está bem, e os procedimentos médicos feitos já estavam previstos. 

O executivo não precisou ficar internado e voltou no mesmo dia para a carceragem da Polícia Federal.


Não é a primeira vez que o executivo passa por exames desde que foi preso em junho de 2015. Em março do ano passado, às vésperas da Odebrecht começar a negociar um acordo com a Lava-Jato, Marcelo Odebrecht teve um mal estar na carceragem da Polícia Federal e foi diagnosticado com um quadro hipoglicêmico.

5 comentários:

Alberto disse...

Nós é que 'passamos mal' assistindo essas roubalheiras sem fim!

Mr. Lincoln disse...

"Prisão provisória" de dois anos? O cara cumpre pena sem ser condenado? Estamos na União Soviética do camarada Stalin? Digo, do camarada Moro.

Mr. Lincoln disse...

O ministro do STF Gilmar Mendes está certo, Prisão Provisória é transitória, não pode se prestar a coagir, forçar, alguém a delatar para se livrar solto. Não pode eternizar-se, gerando uma reação em cadeia de novas delações e prisões, que vão gerar novas delações, que vão gerar novas prisões "provisórias" intermináveis, até todos os políticos estarem atrás das grades. Moro está convencido ser o Anjo Exterminador da classe política, e os empresários nacionais, abrindo caminho para os norte americanos.

Anônimo disse...

Não seria mais um "ANEURISMA"? Te cuida MO, que aneurisma e viagem de avião, quando não está matando, tira lascas.

Anônimo disse...

Pode ser rico, poderoso, amigo de reis e o escambal mas vai ter uma genetica ruim assim la na Bahia, que homem feio. Feio , careca e arrogante, como pode?