Investigados pela Lava Jato terão de devolver R$ 3 bi ao governo

Uma força-tarefa da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e da Receita Federal vai cobrar cerca de R$ 3 bilhões de pessoas e empresas investigadas pela Operação Lava Jato.

O montante é o estimado do IR sobre o patrimônio construído com dinheiro de corrupção desviado da Petrobras. Nessa primeira etapa, que começou no fim do ano passado e se estende até março, estão sendo cobrados judicialmente 12 alvos da operação.

Os primeiros são o ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco, e sua mulher, Luciana Adriana Franco, que terão de pagar R$ 59,3 milhões.