Entrevista, Eliana Calmon, Correio Braziliense - "Ministros do STF são os mais poderosos da República"

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense deste domingo, a ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça Eliana Calmon, 72 anos, defende que os dados dos processos da Operação Laja Jato têm de vir à tona. “As coisas públicas precisam ser vistas pela sociedade, que é o órgão que mais controla os Poderes”. Na delação premiada, no entanto, faz a ressalva de que é preciso cuidado para que as informações não sejam usadas para atacar desafetos. Diante da necessidade de substituição do ministro falecido Teori Zavascki, ela analisa as desconfianças do cidadão. “Nós, brasileiros, estamos desconfiados de tudo que vem do Estado, qualquer que seja, de tanto que apanhamos. O Supremo passou a ter uma relevância na sociedade brasileira. Por outro lado, o próprio STF, com a atuação de alguns ministros, tem ficado vulnerável”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.