Embora o TCU tenha dito não, o governo federal segue pensando na Transnordestina

Apesar de o Tribunal de Contas da União ter recomendado ao governo federal não mais repassar recursos para a construção da ferrovia Transnordestina, entre Piauí, Ceará e Pernambuco, a obra segue na pauta do Palácio do Planalto.

Esta tarde, foi centro de uma reunião entre os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Dyogo Oliveira (Planejamento), Maurício Quintella (Transportes) e Helder Barbalho (Integração Nacional).

Na próxima quarta, Padilha receberá os governadores Wellington Dias (PI), Camilo Santana (CE) e Paulo Câmara (PE) justamente para tratar da retomada da construção da ferrovia que, antes de ser paralisada, ficou em obras por 11 anos, já recebeu R$ 6,3 bilhões e ainda está longe de ser concluída.