Daer reabre licitação para duplicação da ERS-118

O Diário Oficial do Estado desta terça-feira informa que o Daer reabriu a concorrência para escolher a empresa que retomará as obras de duplicação da ERS-118, na região metropolitana de Porto Alegre, entre os quilômetros 11 e 22. As propostas serão conhecidas no dia 17 de março.

Cancelado nesta segunda-feira, o edital precisou passar por “ajustes pontuais” após questionamentos feitos por empresas interessadas em participar da disputa, justificou a autarquia.

O governo estima que irá gastar R$ 48,2 milhões para realizar essa parte da duplicação. A previsão é de que os trabalhos nesse trecho ocorram no prazo de um ano. A rodovia, cujo segmento a ser duplicado tem 22 quilômetros de extensão, está em obras há quase 20 anos.

3 comentários:

Anônimo disse...



Só 20 anos?

Quanto mais durar uma obra, mas tempo existe para praticarem desvios.

Não desvios de trajeto dos usuários, mas das verbas pagas pelo contribuinte.

Justiniano disse...


Tragam empreiteiras chinesas que em seis meses fazem essa obra.

Eles tem tecnologia para trabalhar em período de chuvas com grandes armações tipo estufa.

Aqui no Brasil na duplicação Cuiabá-Rondonópolis (MT) já vi essa tecnologia.

Anônimo disse...

Eu fico a me perguntar : por quantos governadores já passou esta obra (sic) interminável?
Eu teria vergonha de noticiar qualquer novidade a respeito dela antes de dar por concluídos os trabalhos e entregue à população em condições de trafegabilidade.
Incapacidade administrativa hereditária, isso é o que é!