Redecker e Catarina Paladini deixam o secretariado de Sartori

Confirmando o que o editor informou em primeira mão na semana passada, o governador José Ivo Sartori exonerou dois de seus secretários nesta segunda-feira. Lucas Redecker (PSDB), titular da pasta de Minas e Energia, e Catarina Paladini (PSB), chefe da secretaria do Trabalho, deixam os postos no Executivo rumo à Assembleia Legislativa para ocupar suas cadeiras como deputados. A saída foi publicada no Diário Oficial.

Ayres Apolinário, Trabalho, e Artur Lemos, Minas e Energia, secretários adjuntos, assumiram as vagas.

O próximo a sair será o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi.

É a aposta do editor.

3 comentários:

Anônimo disse...

O PSB E O PSDB ESTÃO DESQUALIFICANDO O GOVERNO E OS FUTUROS CANDIDATOS JOVENS PORQUE ESTES JOVENS VÃO SER ELEITOS.
O POVO NÃO QUER MAIS CORRUPTOS.
O PSB É O PT E USA AS MESMAS PRÁTICAS DE DESQUALIFICAR OS ADVERSÁRIOS.
O PSDB É BURRO MESMO. MAS CORRUPTO.

Anônimo disse...

Catarina Paladini era um paradoxo na secretaria do trabalho...Kkk.
Como era possível alguém que nunca trabalhou ser secretário do trabalho?

Anônimo disse...

Outro paradoxo e Fábio Branco. Um cidadão com ensino médio ser secretário de ciência e tecnologia...Kkk.