domingo, 15 de janeiro de 2017

Novo motim produz dois assassinatos e 23 fugas, desta vez no Paraná

Os políticos que estão presos em Curitiba e São José dos Pinhais receberam forte proteção policial neste domingo. 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária e o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen) confirmaram que dois presos foram mortos e 23 detentos fugiram na manhã deste domingo do Complexo Penal de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Inicialmente ocorreu um tumulto na Penitenciária Estadual de Piraquara I (PEP I), quando um grupo explodiu o muro do local para permitir a fuga de presos. Equipes da Polícia Militar realizam buscas para localizar os fugitivos.

Paralelamente, houve um princípio de rebelião na Casa de Custódia para atrair a atenção das equipes policiais e dos agentes penitenciários.

Informações preliminares indicam que houve troca de tiros no local e que as mortes estariam relacionadas com a explosão do muro, com reação da polícia.

Um comentário:

Anônimo disse...

Lula deve estar usando fralda descartável dupla para não manchar sua pantalona Marrone.
Acendeu uma luzinha vermelha na caverna de ali babá e a saída para Venezuela começou a ficar interessante.