Motim no RN resultou em 27 presos assassinados, decapitados e esquartejados

Ao menos 27 detentos morreram na rebelião da Penitenciária de Alcaçuz, considerado o motim mais violento da história do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo Governo do Estado no fim da tarde deste domingo.

Os corpos, que estão sendo recolhidos em um caminhão frigorífico alugado, serão levados por equipes do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) do Rio do Grande do Norte para que seja feita a identificação.

Pelo menos seis homens, pertencentes à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), foram identificados como os responsáveis pela rebelião que destruiu parcialmente a Penitenciária Estadual de Alcaçuz e o Pavilhão Rogério Coutinho Madruga, na região metropolitana de Natal. A rebelião foi controlada no início da manhã deste domingo por policiais militares e agentes penitenciários