terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Dívida da prefeitura de Porto Alegre com a Previdência municipal deve chegar a R$ 700 mi

O prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Júnior (PSDB) não esconde sua preocupação com uma das piores heranças deixadas por seu antecessor, José Fortunati (PDT).

O rombo na Previdência do município, que em 2016 chegou a R$ 660 milhões, este ano deve ser ainda maior, alcançando R$ 700 milhões.

8 comentários:

Anônimo disse...

Ele tem que colocar o teto do INSS para a prefeitura, por que não fez isso ainda? isso é necessário para equilibrar as contas e a outra atitude tem que ser extinguir todos contratos celetistas da prefeitura que oneram fortemente as despesas e isso irá fazer extinguindo e privatizando a EPTC,CARRIS e PROCEMPA, 3 elefantes brancos indomáveis que há anos assombram os porto alegrenses com suas incompetências e desatinos.

Anônimo disse...

Certo.

E quanto é o crédito ?!

🤔

Lourdes Sprenger disse...

Desde 2014 venho alertando na tribuna sobre este desequilíbrio. Espero que a "conta" não sobre para o contribuinte portoalegrense.

Anônimo disse...

Ao anonimo das 12:47h, os municiparios pagam um valor sobre seus salarios pelo periudo k trabalham e recebem suas aposentadorias como todos, descontam sobre o total na hora de receber nao vale para hora extra.......o problema e o prefeito pegar esse dinheiro para repor furos na prefeitura...quando me aposentei havia dinheiro para pagar pelos proximos 30 anos, hoje nao paga um mes....quem vai pagar e o contribuinte, ele elegeu magrao e melo sendo k esses vagabundos meteram a mao na previmpa...nao foi milhoes foi BILHAO.

Anônimo disse...

O novo "AERUS" vem por aí!

BIG KARL disse...

Antes de dizer asneira, vai te informar. Ou procura tratamento. Acho que é melhor...

Anônimo disse...


E a Camara de Vereadores e o TCE não fiscalizam o executivo?

Anônimo disse...


Vão terceirizar a previdência de PoA?


Mais um fundo, sem fundo, que vai afundar por desvios e falcatruas, a exemplo de outros do país?