Cuidado com o Uber: não embarque sem conferir, antes, o valor da corrida

Vale a pena usar o Cabify, concorrente do Uber. Vale a pena por enquanto. Este tipo de serviço vale muito mais a pena do que o serviço de táxi, porque é é 80% mais barato, conforme constatou hoje mesmo o editor. 

O editor escapou esta tarde do golpe da tarifa dinâmica estabelecida pelo Uber em Porto Alegre e em outras regiões do Brasil, através do qual uma corrida de R$ 24,00 poderia transformar-se em corrida de R$ 100,00.

Estas tarifas são cobradas pelo Uber quando o serviço alega excesso de pedidos na região.

Foi o que aconteceu as 16h45min, quando o editor tentou sair do Centro Clínico Mãe de Deus. O primeiro carro contratado não apareceu e o Uber pediu desculpas, sugerindo novo chamado, mas desta vez o serviço não permitiu calcular o valor. O motorista do Uber foi na mesma direção, alegando não saber quanto custaria tudo.

O Uber não informou a mudança.

As queixas pelos maus serviços já são recorrentes. O Uber já ocupa o nono lugar no ranking de reclamações (4.943, no portal Reclame Aqui). A reputação do serviço caiu de "boa" para "regular". Nos últimos 30 dias, as queixas são enormes em Porto Alegre, por duas razões centrais:

- A tarifa dinâmica.
- Preços cobrados ao final que não conferem com os previstos.

6 comentários:

Ferrisi disse...

Poxa Polibio, tem que analisar bem antes de emitir opinião!
A UBER trouxe mobilidade para pessoas de baixa renda que não tinham condições de usar o serviço elitizado dos táxis. Preço alto e impossibilidade de prever os custos era a reclamação recorrente, fora a possibilidade de cair na mão de um marginal que ia esfolar a carteira do coitado.
Preço dinâmico paga quem quer, tem condições e não pode esperar.Como o próprio nome diz, dinâmico é o preço que sobe e vai cair dependendo da oferta e procura.
Quem tem dinheiro, como o nobre articulista, não sofrerá consequência em seu orçamento e aqueles que tem a graninha apertada pode esperar algumas dezenas de minutos até que o preço volte ao normal.

ARS disse...

E eu que pensava ser o "preço fixo" o grande responsável pelo sucesso dos supermercados! Mas sempre se pode regredir um pouco, no conhecimento, com a economia enlouquecida do século XXI.

Anônimo disse...

Usa quem quer...oferta e procura!!!

Anônimo disse...


Como tudo no Brasil, sempre tem uma esperteza, no inicio não existia a tal de tarifa dinâmica, que sai bem mais cara do que um táxi.

Por falar em táxi, quando este é solicitado por telefone, a central de despacho pode estimar o valor da corrida, algo que o Uber não está fazendo por pura esperteza.
As vitimas seguem sendo as mesmas que pagam a conta para sustentar políticos safados, que nada fazem para atender os interesses da população.

ATENTO disse...

UBER TOP TOP! - XÔ XÔ...

TÁVA DEMORANDO - CHEGARAM NO POTE E TÃO SE LAMBUZANDO

Imagine chegar no restaurante, ver o cardapio e pedir,comer ,e ao pagar:

-"O CARDÁPIO DINÂMICO" neste instante altera o valor para...TOP TOP!!!

Imagine na Tia Carmen,no SUPER,NA PADARIA,no dentista,na RECEITA FEDERALtarifas religiosas da igreja católica,(batizados,crisma,casamento,díizimo...),SERVIÇOS SEXUAIS,CAMISINHAS,lubrificantes,ao pagar uma cerveja,a operação médica,nos contratos , nos orçamentos...LOUCURA GERAL, olha, CARA DE PAU TEM LIMITE, vamos parar com esta bobagem?

VÃO ESTRAGAR, OU JÁ DANIFICARAM A IMAGEM DO SERVIÇO.

Eu colocaria alguma ferramenta convincente no ouvido do motorista e mandaria "DAR RÉ E DESFAZER A CORRIDA TRATADA PELO PREÇO INICIAL MENOR.

ESTE PAÍS TEM QUE TOMAR JEITO.

O PT ROUBOU,SAQUEOU E ENLOUQUECEU O BRASIL.

NADA DE ECONOMIA OU LEI DE MERCADO!!VIGARICE, PETRALHISMO PURO!!!

Anônimo disse...

Na verdade o problema não está no preço dinâmico, em si, mas sim no fato de que o aplicativo, depois de uma das últimas atualizações, deixou de informar que está no preço dinâmico. Antes, ficava clara tal informação, com a exposição do respectivo multiplicador. Nesse caso, de posse de tais informações, o usuário tinha suas opções: solicitar o carro com a tarifa dinâmica ou aguardar. Atualmente, o aplicativo mostra apenas o valor total da corrida, omitindo do usuário a informação de incidência da dinâmica ou se é o valor da corrida normal. Exceção a essa dificuldade/maracutaia só ocorre quando o usuário já está habituado com o percurso pretendido e sabe quanto custa normalmente. Do contrário, acaba embarcando na tarifa dinâmica sem saber.