Cais Mauá dá calote na mídia e na sua própria agência de publicidade

Além de não levar adiante o projeto de revitalização do Cais Mauá, Porto Alegre, cuja cessão recebeu há mais de dez anos, a Cais Mauá Brasil passou a responder em juízo por dívidas que fez no RS.

Inicialmente, o projeto foi orçado em R$ 600 milhões.

Os empreendedores iniciais não são mais os mesmos.

A empresa não pagou sequer a conta que contraiu com veículos de comunicação.

Há dois anos, deve e não paga banners publicados nesta página.

A agência que atendia a conta do Cais Mauá foi a mais prejudicada, não recebeu valores devidos e teve que contratar advogado para buscar reparação judicial.

Os processos arrastam-se sem solução.

10 comentários:

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkk levaste um golpe kkkkkkkk bem feito pea ti que fica puxando saco de político e fazendo jornalismo vendido.

Anônimo disse...

Entregar tudo pra iniciativa privada é a solução. Epa peraí!

Unknown disse...

Tem sapo enterrado nesta obra de revitalização do que seria um cartão postal de Porto Alegre!!!

Anônimo disse...

Onde o Tutikian está envolvido......acontece isso!

Anônimo disse...

porque nao privatizam? nao tem que por dinheiro de impostos nesta merda, vai ficar como aquela bosta de casa mario quintana, ali tem uns 300 vagabundo funcionario publico ganahando sem vazer poha nenhuna

sao paulo disse...

kkk, o brasileiro nao frequenta esse tipo de lugar, quem teve a ideia de "revitalizar" o cais? kkk, dev ser coisa de bibas deslunbradas,, estao achando que estao onde? amsterdão? new york? onde?

Anônimo disse...

Várias vezes escrevi na sua coluna que esta turma são grandes picaretas, não tem dinheiro, e nunca vão construir nada sem dinheiro público, no Cais Mauá.

Anônimo disse...

O cais deveria funcionar como porto. Gastar tudo isso para vender cerveja e "cultura" a analfabetos funcionais é caminho certo para a falência. Ali só dá para criar ratos. O RS empobreceu muito para ter clientes suficientes para manter o cais.

Anônimo disse...


Olho grande é só para criar remela.

Queriam se adiantar e se azararam.

Só falta o contribuinte ter que pagar mais esta conta.

Anônimo disse...

é a iniciativa privada kkkkk