Aposentados de maior ganho terão reajuste mais nutrido

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ganham acima de um salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 6,58% este ano. O índice foi oficializado em portaria do Ministério da Fazenda publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

O reajuste usa como referência o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), divulgado na última quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em função do INPC, a correção desses benefícios ficará acima do reajuste do salário mínimo. Desde 1° de janeiro de 2017, o mínimo é R$ 937, 6,48% maior que o anterior, de R$ 880.


14 comentários:

Anônimo disse...

o governo dos ricos...porque voces coxinhas não aceitam esse rótulo?

Anônimo disse...

É que esses "privilegiados" contribuiram muito mais para o INSS do que os "oprimidos" que recebem aposenatadoria de 01 salário mínimo. Né?

Mordaz disse...

Fala sério. 0,1 é maior? Quantas décadas foram menor?

Anônimo disse...

O editor é uma piada risível com seu puxa-saquismo desenfreado com o governo Temer!!

Anônimo disse...

Eu contribui durante 42 anos e perdi muito com o Fator Expectativa de vida, enquanto que a maioria que recebem salário mínimo, nunca contribuíram ou contribuíram por 15 anos.Tenho familiares que só contribuíram com 15 anos.Isso responde o "mortaNdela", digo anônimo das 17:57.Neste país regido pela esquerda atrasa valoriza aqueles que menos produzem e contribuem.Brasil, País de Tolos e das inversões de valores.Brasil, País de quem pensa pequeno e de pobres de espiritos que esperam que outros façam por ele.

Anônimo disse...

Ótimo:
A metade da inflação dos alimentos.
Obrigado Temer. Obrigado PMDB

Anônimo disse...

O petralha das 17:57 deve ser um dos milhares de ccs desempregados pelo governo federal. Perdeu a boquinha e agora vai ter que trabalhar, por isso está magoado. Vai trabalhar, vagabundo.

Anônimo disse...

Aposentado do Inss é coxinha?!?!?!?!?!

Anônimo disse...

Coxinha eh onde vc foi gerado, membro de faccao!

Anônimo disse...

Aceitamos sim.
Tenho orgulho desse apelido.Coxinha.
Qual problema?
Afinal ,quem faz sexo sem as coxas?
Logo,vivam as coxas.Menos as da Maria do Rosário.
Cruiz credo.

Anônimo disse...

A diferença é de 0,1 %. Grande diferença. Não justifica o título da reportagem de reajuste "mais nutrido" com míseros 0,1% de diferença. Tenham cuidado com o que dizem.

Anônimo disse...

Eu aceito. Sou coxinha e não nego. Paguei meus estudos, tenho plano de saúde, tenho uns 25 anos de estudo, contribui durante 42 anos, ralei muito. Sou coxinha com muito orgulho. Mereço ser bem tratado na aposentadoria.

Luiz Inácio disse...

Perfeito, Anônimo das 18:08h. Muito diferente do Anônimo das 17:57h, que deve ser mais um esquerdeopata admirador da quadrilha de ladrões e, por isso, iguais a eles.

Anônimo disse...


Isto não é aumento, só correção.
Nem paga os medicamentos de um aposentado. Dá-lhe consignado.